6ix9ine é internado após overdose de pílulas para emagrecimento, diz revista

Tekashi 6ix9ine, de 24 anos, segundo a ‘People’, foi hospitalizado por misturar substâncias

Via QUEM

Tekashi 6ix9ine (Foto: Reprodução/Instagram)

O rapper norte-americano Tekashi 6ix9ine, de 24 anos de idade, foi hospitalizado, na última terça-feira (29), depois de sofrer uma overdose por misturar remédios para emagrecer e cafeína. As informações são da revista People.

De acordo com o veículo, Tekashi foi internado em um hospital da Flórida, depois de uma reação alérgica provocada pela mistura de café com Hydroxycut, um suplemento alimentar para perda de peso.

Fontes da People disseram que Tekashi tomou café com duas pílulas de Hydroxycut, o dobro da dose diária recomendada pelos médicos. Com isso, seus batimentos cardíacos começaram a acelear rapidamente, lhe causando suor excessivo.

Em liberdade condicional após deixar a prisão, Tekashi disse que não consumiu nenhuma droga ilícita. Desde que foi colocado em liberdade, Tekashi está em uma busca incessante pela perda de peso, já que engordou muito na prisão. Ele, que estava com 90 kgs, já conseguiu eliminar 13 kgs.

Em fevereiro, Tekashi se declarou culpado de nove acusações criminais, incluindo seu envolvimento com a gangue Nove Trey Gangsta Bloods, extorsão, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de entorpecentes e crimes violentos com objetivo de extorsão. Ele já havia sidoindiciado por seis acusações criminais em novembro de 2018.

Suas acusações inicialmente acarretavam uma pena mínima de 47 anos de prisão, com uma pena máxima de prisão perpétua, de acordo com o The New York Times. No entanto, TMZ observou que, devido à cooperação de Tekashi com as autoridades, ele provavelmente receberia uma sentença mais branda e ele foi solto em abril deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Como produzir carne sustentável e de qualidade

sex out 2 , 2020
Pandemia exige maior qualidade dos alimentos Via AgroLink A pandemia de coronavírus virou o mundo de cabeça para baixo e deixou questões expostas, até agora, minimizadas. A gestão ambiental das produções e os aspectos higiênico-sanitários dos alimentos consumidos ganharam maior destaque e representam uma mudança de paradigma.  Nesse contexto, as demandas dos […]