A primeira-dama Maria Caroline fala sobre ações sociais, cadastramento de famílias, auxilio emergencial, doação de cestas básicas, cursos e projetos da pasta para Colíder (MT)

A primeira-dama Maria Caroline Matheus foi a entrevistada desta quarta-feira (07) na Rádio Aliança FM 99,9 no programa “Estação Livre” com Claudemir Lima, no quadro “Cidade em Pauta” com participação mediadora da Rosely Pereira.

Por Claudemir Lima (da redação)

A primeira-dama Maria Caroline Matheus foi a entrevistada de hoje (07) do programa “Estação Livre” na Rádio Aliança FM Foto por: @facebook

A primeira-dama de Colíder (MT) Maria Caroline Matheus foi a entrevistada de hoje (07) do programa “Estação Livre” na Rádio Aliança FM, para trazer informações sobre os projetos e trabalhos desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social, pasta que está sob seu comando. A primeira-dama Maria Caroline é filha de Colíder (MT), formada em Direito pela UNIC (Universidade de Cuiabá), assumiu aproximadamente há um mês a secretaria para prosseguir com o trabalho social no município.

O momento é delicado para a cidade, conforme as próprias palavras da Maria Caroline, num período em que o município passa a ser remarcado de uma classificação de “risco alto” para “risco muito alto” pela SES (MT) em relação a transmissão da Covid-19. Contudo, mesmo de portas fechadas em observância ao novo decreto municipal e conforme direcionamento do Ministério Público e Tribunal de Justiça, as atividades sociais da Secretaria de Assistência Social entre outras secretarias municipais não pararam internamente e continuam de forma adaptadas, sem a recepção de público.

Neste novo decreto, a prefeitura atualizou algumas medidas restritivas, fechou algumas repartições públicas, menos a da Saúde e suas ramificações, entre outras medidas para o comércio local que vetou consumo de bebida no local e para as atividades religiosas com corte de horários de cultos e missas no período noturno aos sábados e domingos num prazo de quinze dias. Todas as ações sociais da Secretaria de Assistência Social estão sendo feitas dentro dos protocolos sanitários e com demasiada cautela para não causar aglomeração, por meio de um sistema de agendamento.

ASSISTÊNCIA SOCIAL EM AÇÃO

A primeira-dama Maria Caroline falou sobre algumas atividades que já estavam e as que estão em andamento através da Assistência Social. Ela destaca o projeto do auxílio emergencial de R$ 150 de iniciativa do governo estadual que em parceria com a prefeitura municipal de Colíder (MT) irá atender o máximo de famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica. A lista de famílias a serem contempladas são da própria base de informação do governo estadual, cadastradas nos programas assistenciais do governo federal. A Assistência Social irá fazer o acompanhamento para que as famílias contempladas sejam aquelas que ainda continuam de fato precisando de auxílio financeiro. Muitas famílias já saíram do estado de vulnerabilidade social em virtude de terem conseguido recolocações no mercado de trabalho enquanto que outras famílias entraram para este grupo devido a crise sanitária.

Um total de 450 cestas básicas irá para as famílias referenciadas no CadÚnico (Cadastro Único do Governo Federal) e que estão em situação de carência alimentar, informou a primeira-dama. Caroline destacou ainda que o objetivo da pasta é dar atenção a todas as famílias do município que estão passando por dificuldades financeiras neste momento. A comunidade local pode participar deste projeto assistencial informando famílias que estão precisando de atendimento da Secretaria. Em alguns casos, segundo a primeira-dama, muitos líderes de famílias são tímidos, não somente para procurar um atendimento especializado, mas são tímidos em todas as circunstancias e acabam não procurando ajuda. Neste sentido, a indicação de uma família carente é relevante para o CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) que fará todo o processo de agendamento e cadastramento desta família nos sistemas do governo.

Na entrevista desta quarta-feira (07), a primeira-dama salientou a importância dos trabalhos realizados pelo CRAS e CREAS (Centro de Referência Especializada em Assistência Social).

Sobre o programa Bolsa Família, a secretária informa que há considerável procura pelas famílias para o recadastramento no programa. A Assistência Social tem vários projetos para implementação e outros para dar continuidade no decorrer deste ano mas a execução de algumas atividades ficam barradas nas limitações impostas pelos decretos que são necessários para controlar os índices de contaminação do coronavírus. Maria Caroline disse, e novamente enfatizou, que a vida não pode parar assim como os atendimentos da pasta devem permanecer ativos.

Conforme o novo decreto municipal, durante 15 dias, os atendimentos deverão seguir cessados nas repartições públicas (exceto atendimentos relativos à saúde). Cursos que eram obrigatoriamente presenciais estão paralisados. O curso de corte e costura em parceria com SENAR e Sindicato que foi realizado semanas atrás teve boa aceitação e pode ser continuado em breve. O projeto voltará assim que possível de forma presencial, mas no momento a Secretaria busca uma forma de mantê-lo como alternativa de colaborar com as mulheres que fabricam crochês, tapetes, artesanatos, cortes e costuras, para que mantenham a renda dentro de casa através destas atividades manuais. O SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) é parceiro do poder público e sempre ofertam cursos gratuitos preparatórios, como de garçons, atendentes, assistente de recursos humanos, liderança e gestão de pessoas, entre outros.

A primeira-dama convidou as pessoas para conhecerem todos os trabalhos que são realizados pela pasta e serem também parceiras da gestão administrativa. Ela disse que a gestão executiva, através do prefeito Hemerson Máximo, é aberta ao diálogo, a ideias e projetos, no sentido de elevar o desenvolvimento social do município. Numa entrevista de aproximadamente 25 minutos, Maria Caroline mostrou bastante conhecimento da pasta que está sob sua liderança, transmitindo entusiasmo e motivando as pessoas a cuidarem uma das outras, respeitando a vida acima de tudo. Para contextualizar, ela citou a frase do filme “A Lista de Schindler”, que diz que “quem salva uma vida salva o mundo inteiro”.

A primeira-dama Maria Caroline informa que o atendimento emergencial para as famílias que já estão sendo acompanhadas pelo CRAS está sendo feito com agendamento prévio pelo WhatsApp (66) 99900-9612 para evitar aglomerações. O número está disponível na porta do CRAS para melhor acesso para a população.

A população pode acompanhar os trabalhos da Secretaria de Assistência Social através dos canais oficiais do órgão no Facebook e site do governo municipal. A primeira-dama também divulga as ações da Secretaria em sua rede social, no Instragram como mecanismo informativo para as pessoas. No Instragram é só seguir: maria_caroline_matheus.

Para mais informações sobre a entrevista desta quarta-feira (07) com a primeira-dama Maria Caroline, veja abaixo o vídeo.

Foto por: [email protected]/facebook
Foto por: [email protected]/facebook
Foto por: [email protected]/facebook
Foto por: [email protected]/facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Com recursos menores para o campo, senador diz que Fiagro é a saída

qui abr 8 , 2021
Lei orçamentária pode reduzir em 26% montante destinado ao crédito agrícola, seguro rural e apoio à comercialização Via Canal Rural O presidente Jair Bolsonaro tem até o próximo dia 22 para sancionar a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021. Desde o ano passado, a lei vem acumulando impasses e atrasos. […]