Aumento dos preços pesa do bolso dos brasileiros

A prévia da inflação teve alta de 1,06% em dezembro e fechou o ano com aumento de 4,23%

Via Brasil 61

SupermercadoImagem: Brasil61/divulgação

Consumidores brasileiros sentem no bolso o aumento dos preços. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15) – que é uma prévia da inflação – apresentou alta de 1,06% em dezembro e fechou o ano de 2020 com aumento de 4,23%. Os dados são do IBGE. Esse é o maior acumulado no ano desde 2016, quando ficou em 6,58%.

De todos os setores pesquisados, apenas os produtos de vestuário tiveram queda em dezembro, de -0,44%. Já o maior aumento de preços foi observado no grupo de Alimentação e Bebidas, com variação de 2%, em dezembro, e alta acumulada de 14,36% no ano. O destaque fica com o aumento da batata-inglesa (17,96%), óleo de soja (7%), carnes (5,53%), arroz (4,96%) e frutas (3,62%).

O segundo grupo com maior variação do IPCA de dezembro é o de Habitação, com aumento de 1,5%. Destaque para a alta da energia elétrica, que subiu 4,08%, na média.

Em relação à variação de preços regionais, todas as regiões pesquisadas apresentaram aumento, sendo o maior registrado em Porto Alegre (1,53%) e o menor em Brasília (0,65%).

Fonte: Brasil 61

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Sonegação de impostos no Brasil causa prejuízos anuais de R$ 417 bi

qui dez 24 , 2020
No ano passado, foram emitidos cerca 261 mil autos de infração relacionados ao não pagamento de tributos Via Brasil 61 Estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) estima que a sonegação de impostos por empresas brasileiras alcance R$ 417 bilhões anualmente. Ao todo, o faturamento das empresas […]