Auxílio emergencial é depositado a 3,2 milhões nascidos em novembro

São contemplados nesta segunda beneficiários do ciclo 6. Pessoas que só receberam primeiro pagamento em julho têm parcela extra

Via R7

Imagem por:  Pillar Pedreira/Agência Senado

A Caixa Econômica Federal deposita nesta segunda-feira (28) as parcelas dos auxílios emergencial e extensão para 3,2 milhões de beneficiários nascidos em novembro. O valor estará  disponível pelo aplicativo Caixa Tem e pode também ser usado para pagar contas de serviços essenciais e fazer compras. 

O grupo dos que recebem a parcela nesta segunda integra o Ciclo 6 do programa do auxílio emergencial. Estão entre os contemplados os últimos beneficiários aprovados pelo aplicativo da Caixa e inscritos no CadÚnico.

Quase a totalidade dos 3,2 milhões beneficiados nesta segunda receberá o pagamento referente ao auxílio extensão no valor de R$ 300 ou R$ 600, no caso de mães chefes de família. A maioria são pessoas que estão recebendo a sexta, sétima, oitava ou nona parcela do auxílio, dependendo de quando começaram a ser contempladas.

Entre os contemplados há também 100 mil beneficiários que só receberam a primeira parcela do auxílio emergencial em julho e ganham agora uma parcela do auxílio extensão.

Acontecem também nesta segunda os pagamentos do auxílio emergencial em seus valores originais (R$ 600 ou R$ 1.200 para mães solteiras) para 49,1 mil beneficiários. Eles estão entre os últimos que se cadastraram e foram aprovados ou que só conseguiram entrar no programa após contestação realizada no segundo semestre. Têm direito agora, portanto, a parcelas já pagas anteriormente a maioria dos beneficiários.

Saques

Os saques em dinheiro para os nascidos em novembro poderão ser realizados a partir de 25 de janeiro de 2021. O mesmo vale para a realização de transferências. Até lá, o valor pode ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem. Pelo sistema, os beneficiários conseguem pagar boletos, comprar pela internet e pelas maquininhas de estabelecimentos comerciais.

Parcelas extras

Todos os beneficiários considerados elegíveis e que cumprem os requisitos vão receber cinco parcelas de R$ 600 do auxílio emergencial normal. Mas nem todos receberão as quatro parcelas extras de R$ 300.

Isso porque a medida provisória que determinou o auxílio extensão prevê pagamento proporcionalmente à data de entrada no programa. Por exemplo, quem começou em abril recebe as quatro. Quem começou em maio recebe três, em junho, duas, e em julho, uma.

Além disso, pelas novas regras, a declaração do Imposto de Renda 2020 será critério de exclusão para quem teve rendimentos superiores a R$ 28.559,70 em 2019 ou bens e direitos de valor superior a R$ 300 mil ao final do ano passado. Quem mora no exterior ou presos em regime fechado também foram excluídos do pagamento.

Ciclo 6 – pessoas que ainda estão recebendo

28 de dezembro – nascidos em novembro
29 de dezembro – nascidos em dezembro

Saque em dinheiro (Ciclos 5 e 6)

19 de dezembro – nascidos em janeiro e fevereiro
4 de janeiro – nascidos em março
6 de janeiro – nascidos em abril
11 de janeiro – nascidos em maio
13 de janeiro – nascidos em junho
15 de janeiro – nascidos em julho
18 de janeiro – nascidos em agosto
20 de janeiro – nascidos em setembro
22 de janeiro – nascidos em outubro
25 de janeiro – nascidos em novembro
27 de janeiro – nascidos em dezembro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Mapa divulga lista de flores e plantas ornamentais introduzidas no Brasil

seg dez 28 , 2020
Orquídeas, cactus, begônias e palmeiras fazem parte da lista que regulamenta, dá transparência e promove inovação ao setor Via Nação Agro O setor de flores e plantas ornamentais vem se recuperando após as dificuldades enfrentadas com a pandemia do coronavírus, que diminuiu significativamente a demanda e fez com que os produtores descartassem […]