Boa condição das pastagens segura preços do boi gordo

A demanda não tem a força necessária para reajustes mais consistentes da carne bovina, segundo especialista

Foto: Henrique Bighetti/Canal Rural

O mercado físico do boi gordo teve preços estáveis nesta sexta-feira. O analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, a demanda não tem a força necessária para reajustes mais consistentes da carne bovina. “Por sua vez, a ótima capacidade de retenção dos pecuaristas impossibilita movimentos agressivos de queda, atuando como grande pilar de sustentação dos preços da matéria prima”.

Em São Paulo, Capital, os preços do mercado à vista seguiram em R$ 203 a arroba. Em Uberaba, Minas Gerais, os preços permaneceram em R$ 198 a arroba. Em Dourados, no Mato Grosso do Sul, os preços ficaram em R$ 195. Em Goiânia, Goiás, o preço indicado continuou em R$ 195 a arroba. Já em Cuiabá, no Mato Grosso, o preço seguiu em R$ 185 a arroba.

Atacado

No mercado atacadista, os preços da carne bovina seguem firmes. “Ainda há espaço para reajustes no curto prazo, em linha com a boa reposição entre atacado e varejo durante a primeira quinzena do mês. Importante destacar que para a segunda quinzena do mês a dinâmica tende a mudar com o escoamento mais
lento da carne.”, disse Iglesias.

Assim, o corte traseiro seguiu em R$ 14,25 o quilo. A ponta de agulha permaneceu em R$ 11,40 por quilo. Já o corte dianteiro seguiu em R$ 12 por

Fonte: https://www.canalrural.com.br/noticias/pecuaria/boi/boa-condicao-das-pastagens-segura-precos-do-boi-gordo/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Dia Internacional da Mulher Ações realizada através do CRÁS

sáb mar 7 , 2020
Dia Internacional da MulherAções realizada através do CRÁS reúne mulheres para conscientização sobre amor próprio, violência contra mulher e faminicidio.Confira entrevista com a palestrante Karla Fernandes da Silva Pereira (Psicóloga do CRÁS e Fórum de Nova Canaã do Norte)