Bolsonaro recebe honraria de profissionais de educação física

Presidente tem formação na área pelo Exército

Via Agencia Brasil

(Brasília – DF, 02/09/2020) Cerimônia de Entrega do Discóbolo de Ouro. Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta quarta-feira (2), em cerimônia no Palácio do Planalto, o Discóbolo de Ouro, que é o símbolo da educação física e a mais alta honraria concedida pelos Conselhos Regionais de Educação Física no país. Em sua carreira militar, o presidente se formou, no início da década de 1980, pela Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx). Atualmente, há cerca de 450 mil profissionais de educação física no país. 

Em seu discurso após receber a distinção, Bolsonaro afirmou que a educação física é uma profissão que precisa ser mais valorizada no país, e citou sua relação com a melhora na saúde das pessoas. 

“Estimulando a prática esportiva, você está ajudando inclusive a gastar menos com saúde, está ajudando a ter menos briga em casa, porque se o cara gastou as energias lá fora chega em casa mais tranquilo. E tem menos problema, passa a ser um exemplo para a família, então a profissão nossa realmente é meritória”, afirmou. 

Ainda durante seu discurso, o presidente afirmou que quem tem bom preparo físico pode lidar melhor com os riscos de contaminação pelo novo coronavírus.  

“Quando se fala nessa tal de pandemia, que desde o começo eu apanhei muito, né? O que eu falo é quem tem um bom preparo, quem tá bem de saúde não tem que se preocupar. É igual a uma chuva. Se o cara está com problema, qualquer chuvinha vira ali uma pneumonia e pode ter problema”, afirmou.

Edição: Aline Leal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Exportações do setor agropecuário para a China representam quase 40% do total vendido para o exterior em MT

qui set 3 , 2020
Soja é o principal produto exportado. Superintendente da CNA avalia que ainda há espaço para aumentar vendas, diversificando produtos oferecidos ao mercado chinês. Via Agencia Brasil Quase 40% do que o setor agropecuário brasileiro vendeu para o exterior até julho foi para a China. A soja é o principal produto, […]