Condutores socorristas do Samu formam em direção defensiva e evasiva

Solenidade de formatura ocorreu na sexta-feira (18.12), no auditório da Escola de Saúde Pública.

Via Assessoria SES/MT

Capacitação de socorristas do Samu – Foto por: Secom

Uma turma de 63 condutores socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) formou na sexta-feira (18.12) em direção defensiva e evasiva. Os profissionais foram capacitados em novembro deste ano com objetivo de melhorar o desempenho e a segurança no transporte de vítimas socorridas pelo Samu.

Durante a solenidade de formatura, os profissionais homenagearam autoridades políticas locais, a família do socorrista Euzébio Bustamente, que veio a óbito após complicações ocasionadas pela Covid-19, além de outros trabalhadores que atuam no combate ao novo coronavírus e sindicalista.

Conforme o coordenador do Samu, Weldo Ferreira Dos Santos, o objetivo foi formar uma equipe que compõe o efetivo do serviço de motolância em Várzea Grande, ampliando, dessa forma, a abrangência do trabalho que estava disponível somente em Cuiabá. O curso também visou aprimorar o serviço de condutores socorrista de veículos tradicionais (carro).

A capacitação contou com o apoio técnico de miliares dos Batalhões da Rotam, do Raio (policiamento de moto da PM) e de servidores da Guarda municipal. “Por meio da qualificação, haverá a redução do tempo de resposta e a otimização do emprego de viaturas”, avalia o coordenador.

Durante a programação das aulas, os formandos obtiveram conhecimento nas áreas de legislação de trânsito, teoria de iniciação à prática de condução e pilotagem em defensiva e evasiva com veículo de trabalho e atendimento pré-hospitalar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Câmara aprova auxílio para acesso gratuito de estudantes à internet

sáb dez 19 , 2020
Iniciativa deve beneficiar 18 milhões de estudantes de baixa renda Via Agencia Brasil A Câmara dos Deputados aprovou ontem na sexta-feira (18) proposta que oferece acesso gratuito à internet para alunos e professores de escolas públicas do ensino básico. O texto destina R$ 3,5 bilhões para estados e municípios aplicarem […]