Confira a previsão para o fim de semana

Corredor de umidade vindo da Amazônia muda o tempo no Centro-Sul do Brasil

Sul
 

A condição de chuva começa a aumentar no Sul do Brasil devido a atuação de um corredor de umidade que transporta ar quente e úmido da Amazônia até a região. A chuva ainda não vem grandes acumulados e é muito pontual e isolada. 

No noroeste paranaense, chances para trovoadas à noite. A condição para chuva ocorre em grande parte do Paraná, no oeste de Santa Catarina, noroeste, sul e oeste gaúcho; nas capitais Porto Alegre e Florianópolis, tempo firme, já em Curitiba, pode chover fraco à noite. No litoral gaúcho, rajadas de vento de 50km/h entre a tarde e à noite.

Sudeste
 

Segue o tempo firme na maior parte do Sudeste, com chuva isolada no litoral norte do Rio de Janeiro e litoral capixaba por conta da umidade que vem do oceano. Em áreas do interior, pancadas isoladas no triângulo mineiro e na metade oeste paulista, mas sem grandes volumes, e de forma isolada, ocorrendo principalmente no final do dia. 
Grande parte de São Paulo com tempo seco e condição para umidade relativa do ar em diminuição durante as tardes.

Centro-Oeste
 

Tempo instável e chuva em todo o Centro-Oeste, mesmo que sejam pancadas rápidas, intercaladas com períodos de sol e elevação da temperatura ao longo do dia. Volumes significativos podem ser registrados em toda a metade leste de Mato Grosso, no oeste de Goiás e no extremo norte de Mato Grosso do Sul devido a formação de instabilidades em altos níveis da atmosfera, em MS e MT, chances para trovoadas durante a chuva, enquanto isso, em Brasília, se chover é rápido e isolado.PUBLICIDADE


Norte
 

A condição será de chuva no Norte do Brasil, pancadas rápidas, intercaladas com períodos de melhoria. Volumes entre 30 mm e 50 mm ainda podem se espalhar entre o sudeste do Pará e o oeste do Tocantins.

 
Domingo, 29

Sul


A chuva se espalhando pela maior parte da região Sul por conta desta umidade que vem da região amazônica. Pancadas rápidas e ainda sem grandes acumulados podem ser registradas em todo o Paraná, em todo o estado de Santa Catarina e em praticamente todo o Rio Grande do Sul, mas o tempo firme ainda deve predominar na Campanha gaúcha com pouca nebulosidade.


As temperaturas diminuem um pouco se comparada aos dias anteriores, mas ainda não faz frio. As primeiras horas do dia pode contar com a formação de neblina no litoral paranaense.

 
Sudeste


A grande novidade é que a condição de chuva aumenta em todo o estado de São Paulo, pode chover na metade leste o que inclui a região metropolitana. Isso por conta de instabilidades em altos níveis da atmosfera. Uma chuva rápida e sem grandes acumulados, mas que pode vir acompanhada de trovoadas passageiras. 


Enquanto isso, entre Rio de Janeiro, Espírito Santo e na maior parte de Minas Gerais, nada de chuva por enquanto. As temperaturas diminuem um pouco se comparada aos dias anteriores.


Centro-Oeste

 
A chuva ainda se espalha por toda a região central. A chuva ganha força, as pancadas podem vir acompanhadas por descargas elétricas e ventos moderados. Volumes entre 20 mm e 4 0mm podem ser registrados em grande parte de Mato Grosso, no sudoeste de Goiás e no norte de Mato Grosso do Sul.

 
Nordeste

Pouca coisa muda e a chuva ainda pode acontecer na maior parte da região nordestina. Pancadas rápidas, intercaladas com períodos de sol. Por outro lado, o tempo firme predomina por mais um dia no centro baiano.


Norte


Chuva de novo, porém, sem grande intensidade. Exceção: sul de Rondônia que pode receber chuva em forma de temporais com trovoadas e acumulados significativos devido a formação de instabilidades em níveis médios da atmosfera.

Fonte; https://tempo.canalrural.com.br/noticias/2020-03-27/chuva-no-rio-grande-do-sul-confira-a-previsao-para-o-fim-de-semana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Mensagem da Band dia 27/03

sáb mar 28 , 2020
Tenha fé