Delegados de MT são eleitos entre os melhores do país nas categorias Gestão e Investigação

Via Assessoria PJC/MT

Delegado de Policia Civil Imagem: divulgação

Delegados da Polícia Civil de Mato Grosso estão entre os melhores profissionais do Brasil, em votação coordenada pelo Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social. Os profissionais do estado foram eleitos nas categorias Gestão e Investigação.

A publicação criou em 2017 a escolha dos “Melhores Delegados de Polícia do Brasil”, com a finalidade de diferenciar e reconhecer delegados de polícia que se destacarem nas atividades jurídicas, investigativas e de gestão, através da eficiência e qualidade dos serviços prestados.

Na categoria gestão foi eleito o delegado-geral da instituição, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, que estará à frente da Polícia Civil de Mato Grosso por mais um biênio.

À frente da direção-geral desde 2019, Mário Dermeval coordenou com a diretoria da Polícia Civil diversos projetos para dinamizar e dar melhor estrutura às atividades policiais, assim como colocar a instituição na vanguarda tecnológica e de investigação. Entre os projetos desenvolvidos com apoio do Governo do Estado têm destaque o Inquérito policial eletrônico, que hoje está 100% digital e integrado ao Processo Judicial Eletrônico do Poder Judiciário.

Outras conquistas para a Polícia Civil são: Modernização do parque tecnológico; Nova identidade visual; Contratação de estagiários de pós-graduação; novas sedes para delegacias no interior e Capital; modernização da gestão de pessoas; criação da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção; restruturação da sede da DRE;  convocação de 30 novos delegados do último concurso; novos produtos tecnológicos já implantados e outros em desenvolvimento, entre eles o Sistema de Pessoas Desaparecidas, dashboard de gestão, gerenciamento de ensino, gravação de oitivas, coleta biométrica, medidas protetivas online, entre outros. 

Categoria: investigação

Foram eleitos nesta categoria os delegados Wagner Bassi Junior, Luiz Henrique Damasceno, Ana Cristina Feldner e Flávio Stringueta.

Wagner Bassi assumiu recentemente a Delegacia Regional de Cuiabá. Anteriormente, ele atuou como titular da Delegacia Especializada do Adolescente da Capital. 

O delegado Luiz Henrique Damasceno compõe atualmente a equipe da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor).

O delegado Flávio Stringueta é o titular da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e a delegada Ana Cristina Feldner atua na força-tarefa que apura interceptações telefônicas ilegais.

Conforme o Portal Nacional dos Delegados, a verificação do histórico do profissional é uma forma de valorizar ainda mais seu empenho. Usuários e colaboradores que visitam o portal e suas redes sociais avaliaram delegados que agora fazem parte do ‘hall’ dos Melhores Delegados de Polícia do Brasil deste ano. Foram 2.037 delegados indicados, habilitados e analisados em todo o Brasil.

A metodologia aplicada para seleção tem como base estudos nas mídias sociais, apontamentos de URLs, reputação, repercussão e resultados satisfatórios de serviços, votos coletivos, histórico de atividades positivas, produções funcionais, habilitações e qualificações oriundas de análises curriculares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Programa que reduz jornadas e salários chega ao fim nesta quinta (31)

qui dez 31 , 2020
Criado para o enfrentamento da covid-19, BEm firmou mais de 20 milhões de acordos entre patrões e funcionários Via R7 O programa do governo federal que autoriza a suspensão de contratos e a redução de salários e jornadas de trabalho chega ao fim nesta quinta-feira (31), mesmo sem o término do estado […]