Direção do Hospital Regional de Colíder (MT) alerta seriamente sobre os aumentos de casos positivos de covid-19 no município; veja aqui

A direção do Hospital Regional de Colíder (MT) alerta a população para que não deixe agravar os sintomas da covid-19 para procurar atendimento médico nos postos de saúde mais próximo. Veja a entrevista em vídeo, no estúdio da Aliança FM.

Por Claudemir G. de Lima

Na foto, da esquerda à direita: Claudemir Lima, jornalista e locutor, Dr° Eduardo Ono e a diretora do Hospital Regional, Miriam MoreiraImagem: Rosely Pereira

A diretora do Hospital Regional de Colíder (MT), Miriam Moreira e o diretor técnico Dr° Eduardo Ono foram os entrevistados no quadro “Cidade em Pauta” no programa “Estação Livre” na Rádio Aliança FM. O programa é apresentado pelo jornalista Claudemir Lima com participação da locutora Rosely Pereira.

O objetivo da entrevista foi trazer ao público várias informações técnicas sobre o aumento de casos de covid-19 em Colíder (MT). A diretora do HRCol, Miriam Moreira, apresentou o passo a passo de como o paciente deve proceder após ter sintomas relacionados ao coronavirus.

O paciente que apresentar sintomas deve procurar imediatamente atendimento nos postos de saúde mais próximo. A partir daí, o paciente será diagnosticado e caso for confirmado a infecção pelo coronavírus receberá encaminhamento médico com as medidas necessárias para o seu bem-estar. Em muitos dos casos, o paciente recebe os remédios de contenção, que são os kits, e é orientado a ficar em isolamento social. Noutros casos, quando se tornar necessário o paciente é direcionado ao Hospital Regional para ficar internado.

A diretora do Hospital Regional Miriam Moreira alerta a população para que não deixe agravar os sintomas da covid-19 para procurar atendimento médico. A doença fica mais fácil de ser tratada na fase inicial. Quando a falta de ar provocada pelo coronavírus atinge um estado crítico se torna mais difícil a estabilização da saúde do paciente.

O médico Eduardo Ono, responsável técnico do Hospital Regional de Colíder, informou sobre os estágios da infecção do coronavírus no paciente e apresentou os cuidados necessários para evitar a contaminação. O uso de máscara é importante, segundo o Dr° Eduardo Ono, assim como a higienização das mãos e evitar aglomerações sociais.

A direção do Hospital Regional de Colíder apontou um crescente aumento nos casos de contaminação de covid-19 no município. Segundo a direção, a população precisa se cuidar e entender que pode faltar leitos caso haja aumentos desproporcionais. O Hospital Regional de Colíder atende também pacientes de outros municípios que compõem o consórcio intermunicipal.

Dos leitos para atendimento aos paciente com covid-19 no Hospital Regional, apenas seis estão equipados para pacientes com sintomas graves de respiração. Os demais são para pacientes que precisam permanecer sobre atenção médica. Devido a isso, é necessário, segundo a direção, o maior cuidado em todos os momentos, desde quando sair de casa até o retorno. No trabalho, os cuidados de higienização precisam ser mantidos.

Os casos de pacientes que precisam de intubação através de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) são encaminhados a outros hospitais mais próximos que possuem este atendimento específico.

A diretora do HRcol, Miriam Moreira e o Dr° Eduardo Ono pediram também que os jovens sejam cautelosos e evitem frequentar locais aglomerados, como festas, bares e danceterias. Ao ser infectado, os jovens levam o vírus para dentro de casa e podem contaminar pais, avós e demais. Mesmo não tendo a vacina para imunização, os cuidados precisam ser redobrados. Após a vacina, segundo especialistas, será ainda necessário manter várias medidas preventivas por um determinado tempo.

Veja abaixo a entrevista no estúdio da Rádio Aliança FM:

A diretora do HRCol, Miriam Moreira e o Dr° Eduardo Ono fazem sérios alertas sobre os aumentos de casos de covid-19 em Colíder Video: facebook/Altonorte
Imagem por: Rosely Pereira
Imagem por: Rosely Pereira
Imagem por: Rosely Pereira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

MT deve receber R$ 6,5 bilhões referentes à dívida da União com o Fundo de Apoio à Exportação

qua dez 30 , 2020
De acordo com a lei, os recursos têm livre aplicação pelos estados e municípios e podem ser utilizados, inclusive, para pagamento de servidores. Via G1/MT Estados e municípios devem começar a receber os repasses referentes à dívida da união com o Fundo de Apoio à Exportação (FEX). O projeto de […]