Educação indígena: Seduc implementa ensino de ciências e língua materna para 43 etnias

A valorização da cultura de cada etnia é umas prioridades da Seduc – Foto por: Divulgação

Mato Grosso conta com 71 escolas estaduais indígenas com cerca de 13 mil alunos matriculados para o ano letivo de 2020 atendendo a todas as 43 etnias existentes no Estado

No Dia Nacional do Índio, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) reforça as ações para solidificar uma educação indígena de qualidade com a valorização da cultura e identidade indígena mato-grossense, povos originários deste Estado. A política educacional voltada para a educação indígena é referência no país.

Entre os destaques está a implementação da área de ciências e saberes indígenas e principalmente a língua materna que é a valorização de cada uma das 43 etnias existentes no Estado.

Entre as ações desenvolvidos neste ano, está o Encontro dos Diretores Indígenas realizado em fevereiro. Durante cinco dias, mais de 200 profissionais da Educação discutiram melhorias para a educação escolar indígena, tanto no âmbito pedagógico, como também no administrativo, financeiro e de infraestrutura.

Os representantes das etnias conheceram o projeto de um prédio modular que pode ser adaptado para cada povo, conforme sua realidade e seus costumes. “O encontro foi significativo, pois foram ouvidas demandas das comunidades indígenas e levou a elas formação continuada com ênfase nas práticas de gestão educacional”, destaca a superintendente de Políticas de Diversidade Educacional da Seduc, Lúcia Aparecida Santos.

Mato Grosso conta com 71 escolas estaduais indígenas com cerca de 13 mil alunos matriculados para o ano letivo de 2020, atendendo a todas as 43 etnias existentes no Estado. Com a pandemia do coronavírus e a suspensão das aulas, os alunos estão em atividades graças a plataforma “Educação Conectada”. Entre os conteúdos disponibilizados estão às áreas de ciências e saberes indígenas.   

Com isso, os alunos indígenas poderão estudar em casa dentro do período de isolamento. A Seduc conta com a colaboração do Ministério Público Federal (MPF) cujos procuradores em Mato Grosso gravaram um vídeo, em diversas línguas indígenas, reforçando a necessidade de estudar em casa. 

Fonte: http://www2.seduc.mt.gov.br/-/14179062-educacao-indigena-seduc-implementa-ensino-de-ciencias-e-lingua-materna-para-43-etnias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Gallo descarta escalonamento do salário de abril, mas alerta para possíveis “cortes lineares”

seg abr 20 , 2020
O secretário de Fazenda do Estado, Rogério Gallo, garantiu que a folha salarial do mês de abril, que deve ser paga até o dia 10 de maio, não sofrerá alterações em seu cronograma. O gestor explicou que o Governo está realizando o monitoramento diário do caixa, para avaliar os impactos […]