Gestor do cadastro único do Cras, fala sobre o Benefício de prestação continuada.

Por Claudemir – Entrevista com Marcelo Aquino
Marcelo Aquino Foto: Claudemir lima

Marcelo Aquino, destacou que pessoas que recebem o BPC, precisam ficar atentos ao prazo para inscrição no Cadastro Único. O registro é obrigatório e, quem ainda não o fez, pode ter o benefício suspenso.
O Cadastro Único reúne informações das famílias com renda per capita de até meio salário mínimo ou renda total familiar de até três salários mínimos. A base de dados é utilizada por diversos programas sociais do governo federal. Nela, são registradas informações como características da residência, identificação de cada pessoa da família, escolaridade, situação de trabalho e renda.
Tem direito ao BPC o brasileiro, nato ou naturalizado, e as pessoas de nacionalidade portuguesa, desde que comprovem residência fixa no Brasil e renda por pessoa do grupo familiar inferior a ¼ de salário mínimo atual. Além disso, devem se encaixar nas seguintes condições:

Para a pessoa com deficiência: qualquer idade – pessoas que apresentam impedimentos de longo prazo (mínimo de 2 anos) de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, podem obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.

Por: Claudemir Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Reflexão da Aliança dia 03/03/20

ter mar 3 , 2020
#ReflexãodaAliança FEIJÕES NOS SAPATOS