Levantamento mostra ´explosão´ de dengue, zika e chikungunya em cidades de MT

Foto: Nina Silva

Um levantamento da Secretaria Estadual de Saúde (SES) registrou um aumento de 300% nos casos de dengue que foram notificados em Mato Grosso, no período de janeiro a março deste ano, em relação ao mesmo período de 2019. Conforme o boletim divulgado pela secretaria, foram registrados 11.127 mil casos de dengue.

No mesmo período de 2019, foram notificados 2.775 mil casos da doença. Ainda conforme os dados, os casos notificados de chikungunya tiveram um aumento de 67 casos em 2020.

No ano passado, foram registrados apenas 80 casos da doença no estado. Já o zika vírus também teve um aumento de 75% neste ano.

De acordo com o boletim, somente neste ano foram notificados 325 casos, e em 2019 foram confirmados 185 casos. O levantamento foi feito em municípios com população acima de 100 mil habitantes.

Somente neste mês de março, três pessoas morreram com suspeita de dengue no municípios de Sinop, Sorriso e Lucas do Rio Verde. Na terça-feira (17), uma menina de cinco anos morreu depois de ficar internada no Hospital Regional em Sorriso (a 420 km de Cuiabá), com suspeita de dengue hemorrágica.[

O caso foi confirmado pela Secretaria de Saúde Estadual (SES). Na segunda-feira (16), uma adolescente de 18 anos que estava internada no Hospital Regional de Sinop (a 503 km de Cuiabá), também morreu após ter suspeita de dengue hemorrágica.

Conforme a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), a jovem foi atendida no último sábado (14). Os médicos realizaram exames, e em seguida, a menina foi medicada e liberada.

Ela não apresentava sinais de infecção e recebeu as orientações médicas. No domingo (15), ela retornou a unidade afirmando que sentia fortes dores abdominais e teve seu quadro de saúde agravado. Já na última quarta-feira (11), uma estudante de fisioterapia, de 24 anos que estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), em um hospital particular de Lucas de Lucas do Rio Verde (a 360 km de Cuiabá) morreu com suspeita de dengue.

A jovem, havia dado entrada na unidade na terça-feira (10) e foi encaminhada para a UTI devido à gravidade do caso. Durante todo este período, ela não apresentou melhora no quadro clínico.

Os principais sintomas da dengue são febre, dores musculares, dor nos olhos, de cabeça, falta de apetite.

A Secretaria Estadual de Saúde orienta que no período de chuvas a atenção seja redobrada, principalmente nos quintais com os reservatórios de água, como os de água dos animais, caixas d’águas e vasos de plantas. Além de manter objetos que possam servir para armazenar água, como pneus, garrafas, latas e tampinhas virados.

Fonte; https://www.noticiaexata.com.br/artigo/levantamento-mostra-explosao-de-dengue-zika-e-chikungunya-em-cidades-de-mt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Campanha de vacinação contra a gripe começa para idosos

seg mar 23 , 2020
Nesta primeira etapa também serão imunizados os profissionais de saúde. Ação foi antecipada neste ano por causa do coronavírus. Alguns estados têm vacinação em farmácias, ‘drive thru’ e imunização em ordem alfabética. A Campanha Nacional de Vacinação começa nesta segunda-feira (23) inicialmente para idosos e trabalhadores da saúde. A ação […]