Maioria dos deputados não aceita proposta de cortar 50% da VI

Fablicio Rodrigues

Eduardo Botelho, presidente da Assembleia, propôs aos colegas cortar ao menos 50% da verba indenizatória de todos neste período de pandemia em que as atividades parlamentares estão restritas às sessões virtuais.

Além do salário próximo de R$ 30 mil, cada deputado embolsa R$ 65 mil de VI. Se a proposta de Botelho for aceita, o montante que iria para ações de combate à Covid-19 chegaria a R$ 780 mil mensais.

Mas a maioria dos deputados não aceita a ideia. Uns argumentam que a AL já contribuiu, devolvendo R$ 30 milhões para o Executivo investir no combate ao coronavírus. Outros sugerem que a redução da VI seja de no máximo 30%. E há aqueles com temor da redução pela metade acabar se tornando definitiva.

Fonte: https://www.rdnews.com.br/blog-do-romilson/conteudo/maioria-dos-deputados-nao-aceita-proposta-de-cortar-50-da-vi/126679

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Senado aprova projeto para socorrer microempresas

qua abr 8 , 2020
PL autoriza concessão de crédito durante crise do covid-19 O Senado aprovou hoje (7) o Projeto de Lei (PL) 1.282/2020, que pretende socorrer as microempresas durante o período de duração da pandemia do novo coronavírus. O projeto autoriza a concessão de crédito para microempreendedores individuais (MEI) e microempresas com risco […]