Matrículas nas escolas estaduais de MT podem ser feitas diretamente nas escolas

Solicitação de vagas pela internet terminou na quarta-feira (14)

Via Assessoria Seduc/MT

Escola de Desenvolvimento Integral da Educação Básica (Edieb) Licínio Monteiro da Silva passa a ofertar a Educação Básica este ano – Foto por: Edieb Licínio Monteiro

Desde quinta-feira, ontem (14), as matrículas para novos alunos na rede estadual podem ser feitas diretamente na secretaria de cada escola. Informações sobre vagas podem ser solicitadas às assessorias pedagógicas nos municípios.

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) garante que há vagas suficientes para atender todos os alunos. “A oferta de matrículas é sempre maior que a demanda”, disse a superintendente de Relacionamento Escolar da secretaria, Alcimária Ataídes da Costa.

Em Cuiabá foram oferecidas 18,3 mil vagas e mais de 10 mil não foram solicitadas. Nos demais municípios, das mais de 78,3 mil vagas disponibilizadas, 53,4 mil podem ser preenchidas diretamente nas escolas. 

Diretor da Escola de Desenvolvimento Integral da Educação Básica (Edieb) Licínio Monteiro da Silva, José Cícero da Mota destaca que a unidade passa a ofertar a Educação Básica este ano. Ainda há vagas no Ensino Fundamental, a partir do 6º ano, e no Ensino Médico, a partir do 1º ano.

A Escola Licínio Monteiro fica no bairro Jardim Aeroporto, em Várzea Grande. “Quem não conseguiu se matricular pela internet pode nos procurar”, ressalta.

José Cícero é ex-diretor da Escola Estadual Pedro Gardes, no centro de Várzea Grande. Ele enfatiza que na unidade que passa a dirigir fará o mesmo trabalho que na anterior, dando foco na qualidade do ensino e buscando melhorias na infraestrutura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Gigantes do setor de máquinas agrícolas não vão participar de feiras em 2021

sex jan 15 , 2021
Segundo as companhias, intuito é evitar expor colaboradores e clientes ao novo coronavírus; decisão não deve afetar o total das vendas de equipamentos, na avaliação da Abimaq Via Canal Rural A pandemia do novo coronavírus voltou a registrar números recordes no Brasil. Diante disso, para preservar colabores e clientes, as […]