OAB-MT solicita informações ao TCU sobre concessão firmada com Rota do Oeste na BR 163

 Foto: Divulgação

Atrasos na execução de obras de manutenção e duplicação na rodovia BR-163 por parte da concessionária Rota do Oeste têm sido apontados por usuários como causa de acidentes de fatais. Diante da insatisfação, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), solicitou informações ao Tribunal de Contas da União (TCU) sobre acordo de leniência firmado pelo Grupo Odebrecht, do qual a empresa faz parte.

As intervenções, previstas em contrato, estão com prazos vencidos. Por este motivo a entidade avalia se há hipótese de inexecução contratual, nos termos das cláusulas 10.3,4,20.1, e 20.6 do documento, e, consequentemente, motivo para declaração de caducidade do acordo, considerando os termos de suas cláusulas 32.1 e 32.1.2.

Durante levantamento preliminar, a concessionária informou ter justificado às autoridades competentes que o principal motivo para os atrasos seria a negativa de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). 

Sendo assim, a solicitação atual, encaminhada ao TCU, tem por objetivo averiguar se há vedações ao acesso de recursos do Banco e se o alcance dessas eventuais vedações incidiriam sobre a empresa.  

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante o período da concessão, entre 2014 e 2020, foram registrados na rodovia 9758 acidentes com 556 mortos, 1534 feridos graves e 6608 feridos leves. Os dados foram repassados após solicitação da OAB-MT e apontam ainda que, como fator relacionado a falta de manutenção da BR-163, ocorreram 280 acidentes com 22 mortos, 28 feridos graves e 198 feridos leves.

Sendo de competência do TCU a fiscalização dos contratos e atos de gestão, a cargo da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Ordem solicitou ainda informações sobre a existência de eventuais processos na Corte de Contas, apurando a ausência da aplicação de penalidades para a Rota do Oeste em face do contrato de concessão da BR-163.

Fonte: https://www.noticiaexata.com.br/artigo/oab-mt-solicita-informacoes-ao-tcu-sobre-concessao-firmada-com-rota-do-oeste-na-br-163

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

UTI (unidade de Tratamento Intensivo) Neonatal e Pediátrica volta aos atendimentos no Hospital Regional de Colíder (MT).

qui mar 19 , 2020
Uma boa notícia: a UTI Neonatal e Pediátrica volta a firmar o atendimento no Hospital Regional de Colíder (MT). Paralisada desde fevereiro deste ano, devido a rescisão de contrato com a empresa privada, que desistiu das atividades, na justificativa de que haveria uma grande dificuldade de contratar profissionais capacitados para […]