Pequenas empresas veem oportunidades geradas pela crise

Pesquisa foi feita pela Serasa Experian

Via Agencia Brasil

Apesar de quase metade (49%) das micro, pequenas e médias empresas terem sofrido impactos negativos devido à crise gerada pela pandemia de covid-19, 90% acreditam que o momento abriu novas oportunidades. Esses são os resultados da pesquisa feita pela Serasa Experian ouvindo 521 empreendedores de pequeno e médio porte.

Para 38% dos empresários, a crise abriu espaço para aprender novas modalidades de vendas, 33% acreditam que o momento permite empreender e inovar, enquanto 33% estão revendo as parcerias e os fornecedores. Outras oportunidades citadas pelos micro e pequenos empreendedores foram: aplicar estratégias de acordo com o perfil dos clientes (26%), investir em novas tecnologias (26%) e ter mais tempo para planejamento e gestão (21%).

Mais da metade (52,6%) dos empresários pretende expandir os negócios com o fim da crise e retomada da economia, enquanto 29,2% estimam que conseguiram voltar ao mesmo patamar de antes da pandemia. 

Impactos

Fora os 49% que afirmam ter sofrido os efeitos negativos da crise, 36% disseram não ter tido perdas e 15% conseguiram ter um saldo positivo no período. 

A principal mudança estrutural promovida pelas empresas foi a alocação de recursos para trabalhar e atender de forma remota, mencionada por 53,2%, seguida pelos investimentos em tecnologia para as vendas não presenciais (51,7%). A gestão financeira foi um ponto em que 39,4% dos empreendedores fizeram alterações importantes para passar pelo período.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Sorriso (MT): Executivo realiza reuniões com setores específicos para debater novo decreto estadual

qua mar 3 , 2021
Via Secom A tarde de ontem (02), foi marcada por várias reuniões realizadas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico com setores específicos para debater as novas regras impostas pelo decreto estadual n.º 836 para combater a disseminação do SARS-COV-2. O decreto passa a valer a partir de hoje (03). Segundo o […]