Polícia Civil e Ipem lacram bicos e bomba de posto de combustível por prejuízo ao consumidor em MT

Via Assessoria PJC/MT

Imagem: PJC/MT

Um posto que estava causando prejuízo ao consumidor no abastecimento foi alvo de fiscalização da Polícia Civil, na terça-feira (22.12), em ação da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) em parceria com Instituto de Pesos e Medidas do estado de Mato Grosso (Ipem-MT).

O estabelecimento, localizado na Avenida Miguel Sutil, bairro Cidade Verde, teve quatro bicos e uma bomba de combustível lacrados por estar com vazão menor que a permitida pela legislação. A fiscalização foi realizada após denúncia de um consumidor que se sentiu lesado pelo posto.

Durante a ação conjunta, foi constatado que os bicos de combustível interditados apresentavam vazão de 80 ml a menos a cada 20 litros de combustível, conforme testes feitos pelos fiscais do IPEM, quando o erro máximo permitido é de 60ml a cada 20 litros, em prejuízo do consumidor.

O delegado da Decon, Rogério Ferreira, instaurou uma investigação preliminar e o gerente do posto foi intimado a comparecer na Delegacia do Consumidor para prestar esclarecimentos.

“A ação conjunta, a apenas três dias do Natal, mostra que a Polícia Civil vai continuar a reprimir a prática de eventuais crimes contra o consumidor durante as festas de fim de ano”, destacou o delegado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Presidente sanciona nova Lei de Falências

sex dez 25 , 2020
Suspensão de execução de dívidas trabalhistas foi vetada Via Agencia Brasil O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, a nova Lei de Falências, aprovada pela Câmara dos Deputados em agosto e pelo Senado em novembro. Ele vetou o trecho que permitia a suspensão da execução de dívidas trabalhistas. Segundo o Palácio do […]