Previsão do tempo indica frio e chuva volumosa nesta sexta; veja onde

Enquanto as precipitações em parte do Norte e Nordeste, uma massa de ar seco segue avançando pelo país e deixando o tempo firme

Confira a previsão do tempo para esta sexta-feira, 8. Foto: Pixabay

Sul

Ainda pode gerar no Sul do Brasil na sexta-feira, mas com menor intensidade e em uma área menor do que nesta quinta-feira.As temperaturas mais baixas devem ser registradas nas serras do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, no extremo oeste catarinense e em pontos mais altos entre Caçador (SC) e Inácio Martins (PR).

Nas demais áreas, o dia amanhece com céu claro, mas o potencial de geada diminui. Chuva apenas no litoral do Paraná por conta da circulação dos ventos úmidos, mas será fraca e rápida.

Sudeste

A massa de ar seco e frio deve avançar sobre a maior parte do estado de São Paulo e sobre áreas da metade sul de Minas Gerais, e já não há condição de chuva. Apesar do predomínio do tempo firme, o friozinho não dá trégua por conta dos ventos que sopram do quadrante Sul. Aliás, o dia deve amanhecer gelado e há potencial de geada em pontos da Serra da Mantiqueira (Campos do Jordão (SP), Parque Nacional de Itatiaia (RJ), Maria da Fé (MG), Monte Verde (MG) e Itapeva (MG).

No litoral paulista, chove por conta da umidade que vem do oceano, mas assim como no Rio de Janeiro e na Zona da Mata mineira, serão pancadas rápidas, isoladas e sem grandes acumulados. Áreas mais ao norte de Minas (na divisa com Goiás) também devem receber pancadas isoladas.

A frente fria se afasta, mas ainda é capaz de organizar nuvens mais carregadas do Espírito Santo ao nordeste de Minas Gerais. A condição é de céu nublado, chuva a qualquer momento do dia e queda na temperatura. Vale ressaltar ainda que no litoral norte capixaba, a chuva pode ser volumosa, não se descartando o risco de algum transtorno.

Centro-Oeste

A massa de ar seco segue avançando e o tempo firme já predomina na maior parte dos três estados. Apesar disso, segue a condição de temperaturas amenas, tanto pela manhã quanto à tarde.

Pancadas rápidas ainda devem ser registradas no nordeste de Mato Grosso, no norte de Goiás e no Distrito Federal, mas sem acumulados significativos.

Nordeste

A chuva volta a se espalhar pela maior parte da Bahia conforme a frente fria avança pela costa, canalizando a umidade da Amazônia. Porém, serão pancadas rápidas e sem grandes acumulados na maior parte do estado.

Atenção redobrada no sul baiano com condição de céu nublado, chuva a qualquer momento e volumes expressivos, não se descartando o risco de algum transtorno. Apesar da chuva em forma de pancadas, atenção no fim do dia a Salvador: os acumulados devem ser mais expressivos e devem persistir na madrugada de sábado. Tem previsão para pancadas isoladas também em áreas desde Sergipe até Pernambuco.

A Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) deve organizar nuvens mais carregadas do norte do Maranhão ao norte do Ceará, onde são esperados volumes significativos.

O tempo firme deve predominar na maior parte de Alagoas e Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, metade sul do Ceará, maior parte do Piauí e no leste do Maranhão.

Ventos em torno de 60 km/h ainda podem ser registrados no litoral baiano.

Norte

O tempo firme volta a predominar em Rondônia, Acre e sudoeste do Amazonas, mas apesar disso, as temperaturas amenas ainda devem chamar a atenção logo pela manhã.

Nas demais áreas da região, condição de chuva com maiores acumulados previstos para o norte do Amazonas, Roraima, norte do Pará e Amapá. Chuva isolada no Tocantins.

Fonte: https://www.canalrural.com.br/noticias/tempo/previsao-do-tempo-indica-frio-e-chuva-volumosa-nesta-sexta-veja-onde/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador - Santo do Dia 08

sex maio 8 , 2020
Nasceu no ano de 1102 perto de Viena, numa família que buscava a Deus. Com vinte anos ele entrou para a vida religiosa. E mais tarde, seus pais e sua única irmã, também ingressaram na Ordem da qual fazia parte. Todos se tornaram religiosos. Ele viveu um longo tempo num […]