Red Bull define data do RB16 e fecha calendário de apresentações para 2020

A Red Bull foi a última equipe a divulgar a data de apresentação do carro para 2020. Nesta segunda-feira (3), o time anunciou que vai mostrar o RB16 ao mundo no próximo dia 12 de fevereiro

Enfim todas as equipes de Fórmula 1 divulgaram o calendário de lançamento dos carros de 2020. Nesta segunda-feira (3), através de um post em suas redes sociais, a Red Bull confirmou o dia 12 de fevereiro.
 A equipe taurina era a última que restava para anunciar a data em que mostraria o RB16 ao mundo, e ainda vai dividir o dia com a Renault. Com isso, o calendário vai ser aberto com a Ferrari e fechado com a Haas.

Para 2020, a esquadra baseada em Milton Keynes entra em seu segundo ano de parceria com a Honda, após uma estreia de parceria bastante frutífera. Foram nove pódios e três vitórias, todas com Max Verstappen. Mais uma vez o time vem com o holandês, e Alexander Albon, para ser aquele que faz frente a Mercedes e Ferrari.

Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

O atual campeonato também marca o último de acordo com a Aston Martin. Lawrence Stroll acabou se tornando acionista da montadora londrina que, em 2021, vai rebatizar a Racing Point, assumindo o comando da equipe.

E a preparação do RB16 está deixando toda a escuderia bastante animada. Inclusive Helmut Marko, consultor da Red Bull, afirmou que tudo está bastante adiantado e mostrou otimismo para o início do ano. A temporada 2020 da F1 começa em 15 de março, data do GP da Austrália. Antes disso, a categoria conta com duas semanas de testes em Barcelona. Serão duas sessões de três dias cada: entre 19 e 21 de fevereiro e, depois, 26 a 28 do mesmo mês.

Fonte: https://www.grandepremio.com.br/f1/noticias/red-bull-define-data-do-rb16-e-fecha-calendario-de-apresentacoes-para-2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Dani Bolina promete fantasia mais ousada em desfile e declara amor pela Vila Maria: 'Minha terapia, minha válvula de escape'

seg fev 3 , 2020
Há 7 anos como madrinha de bateria da escola de samba, ex-panicat diz que gosta de ser mais discreta nas fantasias e rebate críticas: ‘Já me afetou muito, mas é impossível eu saber sambar como passista porque não nasci passista’. Dani Bolina é um dos casos mais fiéis entre famosa e […]