Sorriso autoriza realização de cultos, feiras e volta de 100% do transporte

Na reunião realizada nessa quinta (9), os membros do  Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus de Sorriso, sob a coordenação do prefeito Ari Lafin (PSDB), depois da votação, atenderam pedido do Conselho Evangélico do município e liberaram a realização de cultos. Também foi deliberada a volta do transporte coletivo e das feiras com restrições e fiscalização.

Prefeito Ari Lafin coordena comitê de enfrentamento ao novo coronavírus em Sorriso Foto: Reprodução

O Conselho Evangélico de Sorriso encaminhou   pedido para o Comitê e a maioria dos membros votou a favorável à volta  dos cultos a partir deste final de semana. Mesmo assim,  o tempo será reduzido em uma hora e com a participação de 30% da capacidade dos templos. Entre um encontro e outro, os pastores se comprometeram em fazer a higienização exigida pelo Ministério da Saúde.

Feiras

Depois de várias reuniões com os feirantes, o Comitê aprovou a volta da comercialização dos produtos nas feiras. Na Zona Leste, conhecida também, como a “Feira do São Domingos”, que é livre, será exigido um espaçamento de 20 metros para cada tenda. As pessoas poderão adquirir os produtos sem sair do veículo, pois, o trânsito não será interrompido.

Na Feira Central, não terá cadeiras e mesas. As pessoas deverão passar e pegar o produto, sem permanecer no local. O funcionamento será de 50% e o espaçamento será intercalado de um “box” a outro.

Transporte coletivo

O transporte coletivo deverá retornar na segunda (13) com 100% da frota. Todos os ônibus serão higienizados e os passageiros devem estar sentados.

Os cultos, feiras e o transporte coletivo serão fiscalizados. Caso haja descumprimento das exigências, poderá haver punição  imposta pelo Comitê. (Com Assessoria)

Fonte: https://www.rdnews.com.br/coronavirus/sorriso-autoriza-realizacao-de-cultos-feiras-e-volta-de-100-do-transporte/126785

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Mensagem da Aliança

sáb abr 11 , 2020
Combater a causa Sentados à beira do rio, dois pescadores seguram suas varas à espera de um peixe. De repente, gritos de crianças trincam o silêncio. Ambos se assustam, olham em frente, olham para trás. Os gritos continuam e nada. Vêem então que a correnteza trazia duas crianças, pedindo socorro. […]