19 de Julho: “Dia da Caridade”

Para o cristianismo, a caridade é uma das três virtudes teologais, assim como a fé e a esperança. O cristão ama Deus por Ele mesmo e ao próximo por amor a Deus. A caridade implica que o fim de todas as ações seja o amor.

Tema discutido hoje no Programa Estação Livre na Rádio Aliança FM 99,9 apresentado por Claudemir Lima com participação de Rosely Pereira no quadro É Bom Saber.

Via Calendarr

Madre Tereza de Calcutá – Imagem: Reprodução

Dia da Caridade é comemorado anualmente em 19 de julho.

Esta data tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a prática e difusão da solidariedade, como um meio para desenvolver um bom entendimento entre todos os seres humanos.

A caridade é uma das qualidades mais defendidas pela maioria das religiões, que insistem que a principal definição de caridade é “amar e ajudar ao próximo”.

Do latim carĭtas, caridade é uma virtude teologal da religião cristã que consiste em amar a Deus acima de tudo e ao próximo como a si mesmo. Trata-se, portanto, de um amor sem segundos interesses.

Para o cristianismo, a caridade é uma das três virtudes teologais, assim como a fé e a esperança. O cristão ama Deus por Ele mesmo e ao próximo por amor a Deus. A caridade implica que o fim de todas as ações seja o amor.

A partir deste sentido, o conceito de caridade também se utiliza para evocar o auxílio que se presta aos mais necessitados e desfavorecidos. Exemplos: “Bill Gates doou grande parte da sua fortuna para obras de caridade”, “A minha avó, desde que se reformou, tem-se dedicado à caridade”, “Nesta localidade, muitas famílias vivem da caridade”.

O termo “caridade” pode ser usado como sinônimo de filantropia, cuja etimologia remete para o “amor à humanidade”. Pelo amor que sente pelo gênero humano, o filantropo ajuda os outros sem pedir nada em troca e sem ter interesse na resposta do outro. A caridade (ou filantropia) pode desenvolver-se de forma individual, através de um grupo informal ou de uma organização.

A caridade também pode entender-se como sendo a esmola que se dá aos pobres ou, em geral, como a atitude solidária com o sofrimento alheio: “Graças à vossa caridade, esta noite, os meus filhos vão poder ter comida na mesa”, “Na escola, dizem-nos sempre para praticarmos a caridade para com os outros e para sermos solidários”.

As religiões cristãs são conhecidas por realizarem muitas obras de caridade nos locais onde estão estabelecidas e pelo mundo. Obras de caridade são feitas, por exemplo, em locais que foram inundados e devastados pelas chuvas fortes.

Diz-se que quem pratica caridade possui um elevação moral e que essa pessoa é caracterizada como um ser humano bondoso. A caridade, nesse sentido de ajudar as pessoas, também é conhecida como “ajuda humanitária”.

Esse fundamento é embasado no princípio de “amar ao próximo como a si mesmo”, conforme descrito na a bíblia.

Em alguns casos, caridade é ainda entendida como sendo o sinônimo de “amor”, assim, emprega-se o termo “caridade fraternal” como sendo outra tradução para “amor fraternal”.

A caridade fraternal expressa um forte sentimento de carinho de uma pessoa por outra, ao ponto dessa pessoa se dedicar e ter um elevado interesse pela outra. São sentimentos sempre positivos e construtivos, uma característica desse tipo de caridade é que a pessoa pode até mesmo chegar a fazer sacrifícios por outra pessoa, sacrifício que não faria por nenhuma outra pessoa que não ele mesmo.

No entanto, alguns cristãos defendem que amor não é a mesma coisa que caridade, pois antes mesmo da caridade existir o amor já existia. Logo, existe essa controvérsia nesse meio.

Com o intuito de reforçar o sentimento de altruísmo entre os brasileiros, foi criado o Dia da Caridade no Brasil, oficializado com a Lei nº 5.063, de 4 de julho de 1966, decretado pelo então presidente Humberto Castelo Branco.

De acordo com a lei, fica a cargo dos Ministérios de Saúde, Educação e Cultura organizar e promover o calendário de comemorações desta data.

Mãos segurando coração

Entre as atividades mais frequentes no Dia da Caridade, destaca-se a visita aos lugares onde a tristeza, pobreza e pessoas necessitando de carinho e atenção sejam presentes. Asilos, hospitais, casas de misericórdias, orfanatos e presídios são alguns exemplos.

O mundo ainda celebra o Dia Internacional da Caridade em 5 de setembro, data esta criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), através da Resolução 67/105, de 2012.

A escolha do dia 5 de setembro é uma homenagem ao aniversário da morte de Madre Teresa de Calcutá.

Fonte: Conceito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Detran de MT prorroga novamente vencimento do Licenciamento 2021

seg jul 19 , 2021
A medida levou em consideração o Decreto Estadual nº. 1.009, de 13 de julho de 2021 que, em caráter excepcional, ajusta o calendário de vencimento do IPVA 2021 Via Assessoria Detran/MT O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) prorrogou, novamente, o pagamento do Licenciamento 2021. Agora, os proprietários de veículos com […]