Alta Floresta (MT): Polícia Civil localiza corpo de adolescente que estava desaparecido há um mês

Via Assessoria PJC/MT

Delegacia de Policia de Alta Floresta – Foto: Site Mato Grosso Ao Vivo

Após um mês do desaparecimento de um adolescente em Alta Floresta (803 km a norte de Cuiabá), a Polícia Civil do município localizou o corpo do menor na tarde de ontem na quinta-feira (21.05) e confirmou se tratar de um crime de homicídio. 

As diligências iniciaram no dia 21 de abril, após registro da ocorrência de desaparecimento na Delegacia de Alta Floresta, pela mãe do adolescente. Nas investigações, a polícia apurou que Renan Jonatas Ramos fazia parte de uma organização criminosa atuante na região e foi morto, supostamente, por seus comparsas.   

Os trabalhos conduzidos pela equipe de policiais civis da Divisão de Homicídios, com apoio das Divisões de Entorpecentes e de Roubos e Furtos da Delegacia de Alta Floresta, identificaram a existência de um possível decreto de morte do adolescente, estabelecido pela principal liderança da associação junto a seus “conselheiros”. 

Durante os 30 dias de checagens de informações, a Polícia Civil obteve indícios confirmando a linha investigava sobre o homicídio planejado pela facção como forma de punição ao adolescente por ele ter evitado a morte decretada de outro comparsa, que fugiu da cidade de Alta Floresta após ser avisado pela vítima. 

Desde então, as equipes da Polícia Civil realizaram diligências em busca do paradeiro do corpo do adolescente e do local exato da execução. O corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição na estrada Céu Azul, na Comunidade Paraíso, zona rural do município. A vítima estava aproximadamente 10 metros após uma cerca, com as roupas (calça jeans, camiseta amarela, boné, chinelos e uma carteira com documentos pessoais), as mesmas que usava no dia do seu desaparecimento, conforme fotos obtidas pela Polícia Civil. 

Foi verificada que a vítima tinha quatro orifícios no crânio. No local foi encontrado também um projétil de arma de fogo que submetido à caracterização e identificação pela Politec e, posteriormente, será feita a comparação balística.

Com a localização do cadáver, a Polícia Civil de Alta Floresta intensificará as diligências em buscas de mais informações para a confirmação dos indícios, identificação de autoria e prisão dos envolvidos no homicídio. 

Via Assessoria PJC/MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

44º Batalhão de Infantaria Motorizado atua de forma intensa contra o desmatamento em MT

sex maio 22 , 2020
Via 44º BI Mtz – Exército Brasileiro No transcurso da Operação Verde Brasil 2, militares do 44º Batalhão de Infantaria Motorizado (44º BI Mtz), unidade integrante do Comando Conjunto Barão de Melgaço / 13ª Brigada de Infantaria Motorizada e sediada em Cuiabá (MT), cumpriram missões num contexto interagências com o Instituto Brasileiro do […]