AS 12 PROMESSAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

A devoção ao Sagrado Coração de um modo visível aparece em dois acontecimentos fortes do Evangelho: no gesto de São João, discípulo amado, encostando a sua cabeça em Jesus durante a Última Ceia (cf. Jo 13,23); e, na cruz, onde o soldado abriu o lado de Jesus com uma lança (cf. Jo 19,34).

Num acontecimento, temos o consolo de Cristo pela dor na véspera de Sua morte. No outro, o sofrimento causado pelos pecados da humanidade. Esses dois exemplos do Evangelho nos ajudam a entender o apelo de Jesus feito, em 1675, a Santa Margarida Maria Alacoque:

“Eis este coração que tanto tem amado os homens. Não recebo da maior parte senão ingratidões, desprezos, ultrajes, sacrilégios e indiferenças. Eis que te peço que a primeira sexta-feira depois da oitava do Santíssimo Sacramento (Corpo de Deus) seja dedicada a uma festa especial para honrar o Meu coração, comungando, neste dia, e dando-lhe a devida reparação por meio de um ato de desagravo para reparar as indignidades que recebeu durante o tempo em que esteve exposto sobre os altares. Prometo-te que o Meu Coração se dilatará para derramar com abundância as influências de Seu divino amor sobre os que tributem essa divina honra e que procurem que ela lhe seja prestada.”

Agora, conheça as 12 promessas do Sagrado Coração de Jesus a Santa Margarida Maria Alacoque:

1° Promessa: “Eu darei aos devotos de Meu Coração todas as graças necessárias a seu estado” (Sem mim nada podeis fazer – Jo 15,5);


2° Promessa: “Estabelecerei e conservarei a paz em suas famílias” (Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz – Jo 14, 27);


3° Promessa: “Eu os consolarei em todas as suas aflições” (Vinde a mim, vós que padeceis e andais angustiados, e eu vos aliviarei – Mt 11,28);


4° Promessa: “Serei refúgio seguro na vida e principalmente na hora da morte” (Não vos deixarei órfãos – Jo 14,18);


5° Promessa: “Lançarei bênçãos abundantes sobre os seus trabalhos e empreendimentos” (Depois de uma noite infrutífera de pescaria, os discípulos ficaram desanimados. Jesus ressuscitado os aguardava na praia e ordenou que lançassem as redes. Quase não conseguiram puxá-las em vista da quantidade de peixes apanhados – Jo 21, 3-6);


6° Promessa: “Os pecadores encontrarão, em meu Coração, fonte inesgotável de misericórdias” (Teus pecados estão perdoados…Tua fé te salvou…” (Lc 7,48.50);


7° Promessa: “As almas tíbias tornar-se-ão fervorosas pela prática dessa devoção” (Vim que para que tenha a vida e a tenham em abundância Jo 10,10);

8° Promessa: “As almas fervorosas subirão, em pouco tempo, a uma alta perfeição” (Sede perfeitos como é perfeito vosso Pai do céu – Mt 5,48);

9° Promessa: “A minha bênção permanecerá sobre as casas em que se achar exposta e venerada a imagem de Meu Sagrado Coração” (Hoje entrou a salvação nesta casa – Lc 19,9);


10° Promessa: “Darei aos sacerdotes que praticarem especialmente essa devoção o poder de tocar os corações mais endurecidos” (Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios – Mt 10,8);


11° Promessa: “As pessoas que propagarem esta devoção terão o seu nome inscrito para sempre no Meu Coração” ( Deus se inscreve em nosso coração  – Jr 31,33; eu não apagarei seu nome do Livro da Vida, e o confessarei diante do meu Pai e de seus anjos – Ap 3,5);


12° Promessa: “A todos os que comunguem, nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, darei a graça da perseverança final e da salvação eterna” (Eu sou o pão vivo que desce do céu. Quem comer deste pão viverá para a eternidade – Jo 5,51).

Fonte: https://formacao.cancaonova.com/espiritualidade/devocao/as-12-promessas-do-sagrado-coracao-de-jesus/

Weschenfelder, Celin H. – As doze promessas do Sagrado Coração de Jesus, 7. ed., São Paulo: Paulinas, 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Auxílio emergencial de R$ 600 é prorrogado por mais dois meses

qua jul 1 , 2020
Benefício atende quase 65 milhões de brasileiros Via Agencia Brasil O presidente Jair Bolsonaro assinou na tarde de ontem (30) o decreto que prorroga, por mais dois meses, o auxílio emergencial de R$ 600, destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda durante a pandemia […]