Bombeiros estruturam equipes de atuação contra queimadas ilegais em municípios de MT

As guarnições desenvolvem diversas ações com impacto regional, como campanhas em mídias locais, rondas ostensivas rurais, monitoramento de focos de calor, combates a incêndios florestais e orienta a população

Via CBM/MT

Com o objetivo de fortalecer a resposta rápida às ocorrências de incêndios florestais e queimadas ilegais em localidades que não possuem unidade fixas do Corpo de Bombeiro Militar de Mato Grosso, entre os dias 1° e 5 de julho, a corporação ativou 24 equipes de prevenção e combate à incêndios florestais.

As guarnições desenvolvem diversas ações com impacto regional, como campanhas em mídias locais (TVs, sites, rádios), rondas ostensivas rurais, orienta a população, monitoramento de focos de calor, combates a incêndios florestais, entre outras.

Nos primeiros ciclos operacionais a finalidade é conscientizar e alertar a população do período proibitivo e as consequências do descumprimento da legislação ambiental. O planejamento é que em agosto e setembro essa estrutura seja ampliada para 37 equipes.

Atualmente o CBMMT possui em campo duas Equipes de Intervenção e Apoio Operacional (EIAOp), 11 Bases Descentralizadas Bombeiro Militar (BDBM) e 11 Brigadas Municipais Mistas (BMM), além de uma Equipe de Fiscalização e Perícia na região Noroeste do Estado.

Nestes cinco dias de operação já foram realizados pelas equipes 31 combates, 26 rondas ostensivas rurais e 13 orientações preventivas.

Conheça alguns termos

Ciclo Operacional: Jornada de dez dias, que se mantém constante até que se encerre a fase de resposta da Temporada de Incêndios Florestais (TIF), trocando apenas os militares.

EIAOp: Equipes de Intervenção e Apoio Operacional (EIAOp) são guarnições especializadas para resposta a grandes incêndios florestais, e suporte às Bases Descentralizadas Bombeiro Militar (BDBM) e Brigadas Municipais Mistas (BMM).

BDBMs: São equipes formadas somente por bombeiros militares que atuam na prevenção e combate à incêndios florestais em Unidades de Conservação do Estado e suas proximidades, e em localidades com elevados números de focos de calor.

BMMs: são instrumentos de resposta estruturados a partir da parceria firmada entre o Estado e municípios, onde os investimentos na prevenção e combate à incêndios florestais são compartilhados, por meio de um Termo de Cooperação.

O CBMMT oferece dois bombeiros militares e a formação de brigadistas, e a prefeitura cede os brigadistas e uma viatura para que se realize o serviço no território do município cooperado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Deputados de MT torcem por recuperação de presidente e defendem a cloroquina

ter jul 7 , 2020
Via RD News Bolsonaristas, os deputados federais por Mato Grosso, Nelson Barbudo (PSL) e José Medeiros (Pode) lamentaram o resultado do exame do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que testou positivo para Covid-19. Barbudo ainda aproveitou para enaltecer o uso da cloroquina e derivados no tratamento para a doença e […]