Candidatos ao Senado por MT têm propaganda eleitoral suspensa na TV por falta de audiodescrição

Juiz também determinou que os candidatos paguem multa de R$ 10 mil por cada inserção exibida, caso o recurso de acessibilidade não seja incluso nos próximos programas.

Via G1/MT

Coronel Rúbia Fernanda, de Elizeu Nascimento, Pedro Taques, Valdir Barranco e Reinaldo Morais terão que adequar propagandas para voltar a exibi-las na TV — Foto: Divulgação/Montagem G1

Cinco dos 11 candidatos ao Senado na eleição complementar em Mato Grosso tiveram a propaganda eleitoral suspensa pela Justiça, nessa segunda-feira (12), devido à falta de audiodescrição – recurso usado na televisão para aumentar a acessibilidade a pessoas com deficiência visual.

A decisão é do juiz auxiliar da propaganda plantonista, Ciro José de Andrade Arapiraca.

As decisões suspenderam os programas da Coronel Rúbia Fernanda, de Elizeu Nascimento, Pedro Taques, Valdir Barranco e Reinaldo Morais.

Os candidatos Rúbia Fernanda, Pedro Taques e Reinaldo informaram que vão atender a decisão e adequar as propagandas, conforme solicitado pela Justiça Eleitoral.

Já o jurídico do candidato Elizeu disse que ocorreu uma falha no sistema de transmissão da TV e que, por isso, a propaganda ficou sem a audiodescrição. O programa também voltará a ser transmitido conforme as normas exigidas.

G1 também entrou em contato com Valdir, por meio da assessoria dele, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

O juiz determinou ainda que os candidatos paguem multa de R$ 10 mil por cada inserção exibida, caso o recurso de acessibilidade não seja incluso nos próximos programas.

A suspensão dos programas foi concedida a pedido da coligação ‘Fazer Mais por Mato Grosso’, do senador Fávaro.

De acordo com as representações apresentadas pela coligação, a propaganda eleitoral veiculada na TV pelos candidatos nos dias 9 e 10 deste mês violou o artigo 48, § 4º da Resolução TSE nº 23.610/2019, por não apresentar a audiodescrição.

“O recurso é uma conquista de inclusão de pessoas com deficiência, notadamente dos deficientes visuais, na participação na vida pública e política, garantido pela Lei 13.146/2015, arts. 67 e 76, § 1º, inciso III”, diz no pedido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Neymar marca três vezes e seleção vence Peru nas Eliminatórias

qua out 14 , 2020
Em partida difícil, camisa 10 resolve para o Brasil Via Agencia Brasil Em uma partida difícil disputada em Lima, a seleção venceu o Peru na terça-feira (13), de virada, por 4 a 2 e garantiu a liderança das Eliminatórias da Copa na América do Sul, com seis pontos em dois […]