Com forte alta em Chicago, soja é negociada a R$ 160 no mercado interno

Os prêmios firmes e a falta de produto ajudaram a sustentar as cotações internas, e os preços subiram na maioria das praças

Via Canal Rural

Foto: ANPR

Os preços da soja voltaram a subir nesta semana nas principais praças do país, acompanhando a disparada das cotações futuras em Chicago. Os prêmios firmes e a falta de produto ajudaram a sustentar as cotações internas, com indicações superando a casa de R$ 160 em algumas regiões, com a indústria bem agressiva na ponta compradora.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos subiu de R$ 154 para R$ 155. Na região das Missões, a cotação avançou de R$ 153 para R$ 154. No porto de Rio Grande, o preço aumentou de R$ 145 para R$ 148.

Em Cascavel, no Paraná, a saca aumento de R$ 150 para R$ 152. No porto de Paranaguá (PR), o valor permaneceu em R$ 148.

Em Rondonópolis (MT), a saca saltou de R$ 157 para R$ 162. Em Dourados (MS), a cotação subiu de R$ 152 para R$ 155. Em Rio Verde (GO), a saca passou de R$ 150 para R$ 154, mas com indicação de comprador a R$ 160 para pagamento em janeiro de 2021.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em queda de 0,42%, sendo negociado a R$ 5,618 para venda e a R$ 5,616 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,602 e a máxima de R$ 5,668. No mês, o dólar registrou alta de 2,56%, enquanto, no trimestre, subiu 3,35%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Violento acidente entre 3 carretas perto da divisa de MT e Pará deixa um morto

qui out 1 , 2020
Via Só Notícias A colisão entre três carretas graneleiras (marcas e modelos não confirmados) ocorreu, ontem à noite, na BR-163 nas proximidades da Serra do Cachimbo, no Estado do Pará, próximo da divisa com Mato Grosso Uma pessoa não resistiu aos ferimentos e morreu. Sua identidade ainda está sendo confirmada, […]