Compradores chineses de soja pedem que exportador garanta cargas livres de vírus

Agencia Reuters

Vista de contêineres no Porto de Santos (SP) REUTERS/Amanda Perobelli

PEQUIM (Reuters) – Compradores chineses de soja estão pedindo a exportadores que assinem cartas garantindo que seus carregamentos não estão contaminados pelo coronavírus, disse um representante do Conselho de Exportação de Soja dos Estados Unidos.

O movimento vem à medida que a China tenta prevenir quaisquer riscos de novas infecções por Covid-19 por produtos importados. O país tem tomado medidas agressivas para conter um recente salto nas infecções, associado a um grande mercado de alimentos em Pequim.

Na semana passada, a Administração Geral de Alfândegas pediu a fornecedores de carnes e frutas do exterior que assinassem declarações garantindo a segurança de seus embarques à China.

Os esforços para assegurar que os carregamentos de soja estão livres do coronavírus, no entanto, têm sido conduzidos por autoridades alfandegárias locais, não por Pequim, disse o diretor de China do conselho norte-americano de exportadores, Zhang Xiaoping.

Compradores chineses de soja pedem que exportador garanta cargas livres de vírus

Publicado em 23/06/2020 08:48879 exibições

LOGO REUTERS

PEQUIM (Reuters) – Compradores chineses de soja estão pedindo a exportadores que assinem cartas garantindo que seus carregamentos não estão contaminados pelo coronavírus, disse um representante do Conselho de Exportação de Soja dos Estados Unidos.

O movimento vem à medida que a China tenta prevenir quaisquer riscos de novas infecções por Covid-19 por produtos importados. O país tem tomado medidas agressivas para conter um recente salto nas infecções, associado a um grande mercado de alimentos em Pequim.

Na semana passada, a Administração Geral de Alfândegas pediu a fornecedores de carnes e frutas do exterior que assinassem declarações garantindo a segurança de seus embarques à China.

Os esforços para assegurar que os carregamentos de soja estão livres do coronavírus, no entanto, têm sido conduzidos por autoridades alfandegárias locais, não por Pequim, disse o diretor de China do conselho norte-americano de exportadores, Zhang Xiaoping.

Agências locais pediram para os importadores chineses que garantam a segurança dos embarques, e os importadores têm buscado esse comprometimento de seus exportadores de soja nos últimos dias, disse ele.

A China é a principal importadora global de soja e deve comprar neste ano-safra 2019/20 cerca de 94 milhões de toneladas, principalmente do Brasil e dos Estados Unidos. A soja importada é esmagada para produzir farelo de soja para ração animal.

Não estava claro quantos exportadores já assinaram tais cartas, disse Xiaoping.

A maior parte das autoridades internacionais diz que não há evidência de que o coronavírus possa ser transmitido para as pessoas por meio de alimentos.

(Por Dominique Patton)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.