Em reunião, Mauro Mendes e governador do Rio Grande do Sul trocam experiências positivas de gestão

Governadores pegaram administrações com dificuldade e tomaram medidas de ajuste

Via Assessoria Secom/MT

Os governadores Mauro Mendes e Eduardo Leite Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT

O governador Mauro Mendes recebeu uma visita de cortesia do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, no sábado (11.09), ocasião na qual compartilharam experiências exitosas de ambas as administrações. 

A visita ocorreu no Palácio Paiaguás. Também estiveram presentes: os ex-governadores Blairo Maggi e Júlio Campos; o senador Jayme Campos; os deputados estaduais Wilson Santos e Carlos Avalone; o ex-senador Cidinho Santos; e os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), César Miranda (Desenvolvimento Econômico) e Beto Dois a Um (Cultura, Esporte e Lazer). 

Mauro Mendes relatou que, assim como Eduardo Leite, pegou a gestão com muitas dificuldades: dívidas com servidores, fornecedores, Poderes e municípios, recolhimento de viaturas, fechamento de UTIs e desequilíbrio financeiro.

“Tomamos medidas necessárias, com ajuda da Assembleia, e consertamos o Estado. Agora já conseguimos nota A no Tesouro Nacional e executamos grandes investimentos públicos. 15% da nossa receita é aplicada em investimentos para a população”, afirmou. 

O governador citou que muito do que Mato Grosso é hoje também é fruto do trabalho de imigrantes que vieram de outros estados, como o Rio Grande do Sul. 

“O Rio Grande do Sul é um estado importante e tem uma grande conexão com Mato Grosso, porque em vários cantos do nosso estado há pessoas que vieram de lá, assim como de vários outros estados, e que nos ajudaram a construir esse Mato Grosso que dá orgulho a todos nós”, disse. 

Eduardo Leite também ressaltou que MT e RS têm muito em comum e que, por isso, é importante a troca de experiências de sucesso das gestões. 

“Iniciamos governos que estavam em situações difíceis, com dívidas. Trocar essas experiências, conversar sobre as iniciativas adotadas em nossos estados, entender o que se passa por aqui e o que fizemos por lá é uma forma de fazermos esse intercâmbio de informações e assim aprimorarmos nossos governos em favor da população”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Trabalhadores nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial

seg set 13 , 2021
Parcela foi depositada em 26 de agosto Via Agencia Brasil Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em julho podem sacar, a partir de hoje (13), a quinta parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro foi depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 26 de […]