Gefron prende suspeito de estuprar a enteada durante seis anos

Policiais desconfiaram da atitude e capturaram criminoso foragido há três anos

Por Débora Siqueira | Sesp-MT

Gefron tem novo comandante – Foto por: Christiano Antonucci/Secom-MT

Policiais do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) prenderam, na tarde de sexta-feita (19.11), um homem no município de Porto Esperidião, que estava com a prisão preventiva decretada, desde 2018, por estupro de vulnerável. O crime foi cometido contra a sua enteada, que foi abusada dos 8 aos 14 anos de idade.

Durante patrulhamento na zona rural do município, os policiais abordaram um homem em atitude suspeita e por meio de checagem, via Centro de Operações, foi constatado que o suspeito possuía mandado de prisão pendente de cumprimento, expedido pela Segunda Vara Criminal e Cível de Cáceres.

Segundo a menina, o homem dizia para ela que o abuso era normal e que não contasse nada para a mãe porque ela estaria traindo a confiança da mãe. A adolescente contou o ocorrido para a tia que denunciou caso para a polícia.

O mandado de prisão foi expedido em março de 2018 e ele estava foragido até ser encontrado pelo Gefron. Diante da situação foi dada a prisão do suspeito, que foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil em Porto Esperidião, para as devidas providências que o caso requer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Grupo pró-vida processa Ministério da Saúde por omissão sobre teleaborto

seg nov 22 , 2021
O IBDR Requer ainda que se declare a ilegalidade, em todo o território nacional, “de quaisquer serviços médicos prestados por cartilhas ou protocolos que promovam o procedimento de abortamento legal via remota”. Via Gazeta do Povo O Instituto Brasileiro de Direito e Religião (IBDR) entrou com uma ação civil pública […]