Gestores regionais e municipais participam da primeira capacitação do Alfabetiza MT

O objetivo principal da formação é fortalecer os planos relacionados à evolução dos indicadores de alfabetização

Via Assessoria Seduc/MT

– Foto por: David Borges

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) iniciou, na última terça-feira (30.11), a primeira Formação de Gestores Regionais e Municipais de Educação pelo Programa Alfabetiza MT, iniciativa adotada pelo Governo de Mato Grosso para erradicar o analfabetismo nos 141 municípios.

O treinamento foi realizado por vídeoconferência e teve como tema “O que fazem as Redes eficazes”. Ao todo, participaram quatro instrutores e 99 coordenadores regionais e municipais, gestores das Diretorias Regionais de Ensino (DREs) e secretários municipais de educação.

O objetivo principal da formação é fortalecer os planos relacionados à evolução dos indicadores de alfabetização. O Programa Alfabetiza MT está sendo conduzido por meio de um Regime de Colaboração (PARC), que contou com a assessoria do Sistema de Gestão Educacional (Lyceum), na realização desta que foi a primeira das dez ações modulares previstas no cronograma de execução do programa.

Os gestores também dialogaram sobre as expectativas em tornar o processo de alfabetização como prioridade em todo o Estado de Mato Grosso. Segundo o formador Paulo Lopes Fernandes, neste primeiro momento foi instituída uma conversa sobre as ações relevantes.

“Consideramos como sendo de uma rede de ensino eficaz, com várias exposições de experiências exitosas na educação”, afirmou.

Paulo Lopes Fernandes é o atual secretário de Educação do município de Graça, no Ceará, e membro da Diretoria da Undime naquele Estado. Também foi secretário de Educação do município cearense de Pacujá, de 2017 a 2020, e ocupou nesta primeira reunião a função de ministrar a primeira capacitação pelo Alfabetiza, em uma turma com aproximadamente 25 inscritos.

O programa Alfabetiza MT está sendo desenvolvido com apoio da Fundação Lemann, Associação Bem Comum e Instituto Natura. Com formato semelhante a um projeto de grande sucesso ocorrido no Estado do Ceará – o Programa de Aprendizagem na Idade Certa (Mais Paic), o Governo de Mato Grosso pretende nesta parceria reduzir os índices do analfabetismo no estado.

Em sua edição mais recente, a Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), feita pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) identificou índices preocupantes de analfabetismo em estudantes do 3º ano do Ensino Fundamental. Segundo os resultados, 53% dos alunos matriculados nas escolas públicas apresentarem proficiências insuficientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Hospitais filantrópicos de MT estão isentos de ICMS da energia elétrica até 2024

qui dez 2 , 2021
Treze unidades de saúde de oito municípios foram beneficiadas pelo Decreto nº 1.178, publicado nesta terça-feira (30.11) Via Assessoria Sefaz/MT Os hospitais filantrópicos classificados como entidades beneficentes de assistência social estão isentos do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) incidente no fornecimento de energia elétrica até 2024. Ao […]