Identificado morto na colisão com carreta entre Nova Mutum (MT) e Posto Gil; BR-163 ficou 5h interditada

Via Só Noticias

Foto: Só Noticias

Paulinho Soares Grespin, de 62 anos, era um dos ocupantes do Ford Fiesta preto, placas de Nova Mutum, que colidiu com uma Volvo branca basculante de uma transportadora, no trecho do quilômetro 544 da rodovia federal, na região entre Mutum e Posto Gil, ontem, no final da tarde. Ele morreu ainda no local.

A Polícia Rodoviária Federal informou, ao Só Notícias, que outras duas pessoas que estavam no Fiesta e o motorista da carreta também ficaram feridas. Os três foram socorridos e encaminhados pela equipe de resgate da empresa que administra a rodovia ao hospital de Nova Mutum. O atual estado de saúde deles não foi divulgado.

O bloqueio do tráfego durou mais de cinco horas. Os carros passaram por uma área lateral. A liberação completa da via só ocorreu após às 2h56 com a conclusão do trabalho de análise feito pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Já o corpo de Paulino Soares foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Diamantino para necropsia. De acordo com a funerária Dois Irmãos, ele morava em Nova Mutum onde será sepultado. No entanto, ainda não há definição do horário.

A versão inicial apontada é que a colisão foi frontal do carro com a Volvo. Além disso, uma carreta que seguia no mesmo sentido saiu da pista para evitar colisão traseira com Volvo e ficou na área de escape. Já uma terceira carreta-tanque envolvida na colisão ficou em “L” na pista. Os motoristas não ficaram feridos.

A Polícia Civil ainda vai investigar as responsabilidades pela colisão.

Só Notícias/Cleber Romero (fotos: Só Notícias e divulgação – atualizada às 10h52)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Prefeitura de Sinop (MT) aguarda repasse de R$ 6,2 milhões para enfrentamento ao coronavírus

sex ago 14 , 2020
Via Só Noticias A prefeita Rosana Martinelli informou, durante a assinatura da ordem ser serviço para ampliação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que o ministério da Saúde ainda não fez o repasse dos R$ 6,2 milhões,  anunciados em julho, para combate ao novo coronavírus. Não foi manifestada previsão de quando deve […]