Idoso é preso suspeito de atirar nas costas da ex-mulher por não aceitar separação em MT

O crime ocorreu no dia anterior à eleição, em uma propriedade rural de Novo Horizonte do Norte, cidade próxima a Porto dos Gaúchos. Ele foi indiciado por tentativa de feminicídio e o inquérito concluído.

Via G1 MT

Viatura policial Imagem: reprodução

Um idoso de 60 anos foi preso nessa sexta-feira (20) suspeito de atirar nas costas da ex-mulher dele por não aceitar a separação em Porto dos Gaúchos, norte de Mato Grosso. Ele foi preso em Juara, onde estava morando.

De acordo com a Polícia Civil, o homem era investigado por tentativa de feminicídio contra a ex-esposa.

O crime ocorreu no dia anterior à eleição, em uma propriedade rural de Novo Horizonte do Norte, cidade próxima a Porto dos Gaúchos. Ele foi indiciado por tentativa de feminicídio e o inquérito concluído.

Segundo as investigações, ele não aceitava a separação e na manhã do dia 14 de novembro foi até a propriedade onde mora a vítima. Após discutir com a mulher, ele foi até o carro e pegou uma espingarda calibre 28, disparando contra a vítima. Depois do crime, ele fugiu da cidade.

O delegado de Porto dos Gaúchos, João Antônio Ribeiro Torres, explica que a vítima recebeu os disparos pelas costas, que atingiram a nuca, lateral do rosto e ombros.

A vítima está fora de perigo. Após os primeiros socorros, ela foi transferida para um hospital em Cuiabá.

O delegado representou pela prisão do suspeito.

O inquérito policial concluído nesta quinta-feira (19).

Após o cumprimento do mandado de prisão, o indiciado foi encaminhado para a unidade prisional de Porto dos Gaúchos, onde ficará à disposição da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Saúde estadual repassa R$ 18,9 milhões aos municípios de Mato Grosso

sáb nov 21 , 2020
Via Assessoria SES/MT O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), efetivou o repasse de R$ 18,9 milhões aos Fundos Municipais de Saúde. O valor é relativo a sete programas vigentes no Estado e, com as transferências, a gestão estadual segue em dia com os repasses do atual […]