Jogo que pode ajudar na alfabetização de crianças é lançado pelo Ministério da Educação

O jogo é internacional e evidências científicas mostram que o aplicativo é efetivo, principalmente, quando utilizado pela criança sob supervisão e com o engajamento de um adulto

Via Brasil 61

Foto: divulgação

O Ministério da Educação (MEC) lança aplicativo gratuito para reforçar alfabetização. É o Graphogame, uma ferramenta utilizada com sucesso em vários países no apoio à reparação para a alfabetização e ao processo de alfabetização formal de crianças entre 4 e 9 anos de idade. Então, para auxiliar as famílias e os educadores na alfabetização das crianças em tempos de isolamento social, o MEC lançou o aplicativo Graphogame em um projeto em parceria com o Instituto de Cérebro (InsCer) e a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

O GraphoGame está presente em mais de 30 países de todo o mundo, tendo já sido adaptado para mais de 25 línguas. Evidências científicas mostram que o aplicativo é efetivo, principalmente, quando utilizado pela criança sob supervisão e com o engajamento de um adulto. Por isso, a participação de pais, professores, diretores, vice-diretores, coordenadores pedagógicos e gestores de redes educacionais é muito importante.

Para colaborar com pais e educadores, o MEC disponibilizou um Manual de Uso do aplicativo, que explica como baixar e configurar as funcionalidades do jogo, que pode ser baixado gratuitamente nas lojas virtuais da Apple, Google e Windows. Depois de instalado, o aplicativo funciona sem precisar de conexão com a internet.

Fonte: Brasil 61

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Mulher de Ferrugem briga com cantor e faz apelo na rede social: "Quero que ele me abrace"

ter dez 1 , 2020
Via Quem Thaís Vasconcellos, mulher do cantor Ferrugem, cujo nome de batismo é Jheison, dividiu detalhes íntimos sobre a vida do casal com seus seguidores no Instagram na madrugada desta terça-feira (1). A digital influencer contou que brigou com o músico por “bobeira”, disse que eles estavam “meio estranhos” porque são orgulhosos […]