Justiça aceita denúncia e Leonardo Campos se torna réu por violência doméstica

Via Unica News

Por Euziany Teodoro

Leonardo Campos, deputado. Foto: MidiaNews

O juiz Jamilson Haddad Campos, da Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Cuiabá, acatou denúncia do Ministério Público do Estado (MPMT), no dia 3 de junho, e tornou réu o presidente licenciado da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Mato Grosso (OAB-MT), Leonardo Campos.

Campos foi denunciado formalmente pelo MP no dia 29 de junho, após abertura de inquérito para investigar a denúncia da esposa dele, a advogada Luciana Póvoas, sobre agressão sofrida em 27 de maio.

Leonardo Campos, agora réu, responderá na Justiça pelo crime de suposta prática de violência doméstica.

Na ação, a promotora Laís Glauce Antonio dos Santos, responsável pela denúncia, cita que Leonardo Campos já havia agredido física e psicologicamente sua esposa em outras ocasiões, o que foi citado pela própria Luciana Póvoas em depoimentos e entrevistas.

“Apurou-se, também, que, durante o matrimônio, Luciana se via obrigada a vestir roupas de mangas longas e vestidos compridos após cada agressão física perpetrada por Leonardo, o que fazia com a finalidade de esconder as lesões, contudo, Luciana nunca havia denunciado o implicado pelo fato de depender financeiramente dele, bem como em razão do desejo de manter o padrão de vida do filho de ambos”, diz a denúncia.

Entenda

Luciana Póvoas decidiu prestar queixa sobre violência doméstica que teria sofrido na noite do dia 26 de maio. Após uma discussão do casal, ela contou ter sido empurrada contra um armário e, em sua defesa, desferiu um tapa nas costas de Leonardo Campos.

Segundo ela, não era a primeira vez em que foi agredida pelo marido. Ao Única News, disse que outras pessoas sempre souberam, mas nunca a ajudaram. Desta vez, decidiu denunciá-lo.

Leonardo Campos, por sua vez, negou que a tenha agredido. Segundo ele, ao chegar em casa a advogada já estava agressiva devido a seu atraso e tiveram uma discussão. Ele afirmou que tentou se trancar em um quarto, mas ela foi atrás e lhe deu um tapa nas costas.

Em depoimento, o filho do casal, de 17 anos, contou que estava em seu quarto, quando ouviu a discussão. Ao sair, flagrou o pai empurrando a mãe contra o armário, confirmando a versão dada por ela

Leonardo Campos foi preso em flagrante, mas liberado ainda pela manhã, já que a prisão preventiva foi negada.

Ele deve obedecer medidas restritivas, como se manter à distância mínima de 500 metros de Luciana Póvoas e seus familiares e não entrar em contato com ela, nem frequentar a residência do casal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Barreiras sanitárias funcionarão a partir de quarta-feira (08) em trechos de rodovias de MT

ter jul 7 , 2020
Via Gazeta Digital Diretoria de Vigilância em Saúde e a Coordenadoria de Vigilância Sanitária entregaram ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) o plano de implantação de barreiras sanitárias em Cuiabá. As estruturas começam a funcionar nesta quarta-feira (8) e ocorrerão na rodovia federal BR-163/363/070 (saída para Rondonópolis), na MT-040 (estrada para […]