Lana Del Rey e Justin Bieber estão entre os “fracassos de 2020”, diz jornal

Via Portal Pop Line

NEW YORK, NY – OCTOBER 30: The singer Lana Del Rey performs during an Apple launch event at the Brooklyn Academy of Music on October 30, 2018 in the Brooklyn borough of New York City. Apple debuted a new MacBook Pro, Mac Mini and iPad Pro. (Photo by Stephanie Keith/Getty Images)

O Los Angeles Times publicou uma matéria bastante controvérsia sobre “os vitoriosos e os fracassados de 2020” na música, avaliando o primeiro semestre. Lana Del Rey, Justin Bieber e Doja Cat estão nessa segunda lista – a dos fracassos.

O jornal afirma que Lana Del Rey passou a prejudicar muito sua carreira com declarações controversas no Instagram – embora a “a controvérsia sempre tenha sido uma benção para ela”. Ela teve que enfrentar acusações de ter sido racista em algumas de suas reflexões nas redes sociais.

Já Justin Bieber não entregou ao público o grande retorno esperado, segundo o LA Times. Ainda que “Intentions” seja um sucesso, Justin teve que transferir vários shows de estádios para arenas, porque enfrentava problemas com venda de ingressos.

Quem se deu bem no primeiro semestre

Para o jornal americano, os artistas que se destacaram positivamente no primeiro semestre foram Lil Baby, Bob Dylan, Fiona Apple, Bad Bunny, Roddy Ricch, Taylor Swift, Nirvana e… Doja Cat. Sim, ela entrou nas duas listas, tanto de vitórias quanto de fracassos. O jornal também fez menções positivas ao aplicativo TikTok e aos fãs de K-Pop.

“Primeiro, eles fizeram do álbum do BTS a melhor semana de vendas de 2020. Depois, eles desmantelaram uma campanha supremacista branca nas redes sociais, floodando a hashtag com clipes de seus artistas favoritos. Mas o grande ato de resistência dos superorganizados fãs de K-Pop é o crédito por ter destruído o comício do presidente Donald Trump no mês passado em Tulsa. Depois de usar a Internet para inflar artificialmente as expectativas para uma grande audiência, os fãs mostraram infinitas fotos dos assentos vazios”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Embrapa divulga estudo inédito sobre tendências para a cadeia de carne bovina

sáb jul 4 , 2020
Via Assessoria Embrapa Um dos pilares do agronegócio brasileiro, a cadeia da pecuária de corte movimentou o correspondente a 8,7% do PIB do país em 2018, totalizando R$ 597,22 bilhões. Para os próximos anos, o setor continuará a crescer, sustentado por um mercado consumidor de carne bovina crescente, com o aumento […]