Lavouras de soja: veja a previsão do tempo para o fim de semana

Os mapas meteorológicos mostram que o fim de semana será mais seco no Sul do país, mas bastante chuvoso no Centro-Oeste e Nordeste

Os produtores de soja do Rio Grande do Sul devem seguir apreensivos durante o fim de semana. Isso porque a previsão indica que o tempo seco deve persistir, atrapalhando ainda mais o desenvolvimento das plantas. Já no Centro-Oeste é o excesso de chuvas que está trazendo dor de cabeça aos produtores. E, ao que tudo indica, as instabilidades devem durar todo o fim de semana. Boa notícia mesmo só para os produtores do Nordeste, onde as chuvas que faltavam retornou.

SUL

O fim de semana deve ser marcado por tempo seco em boa parte das lavouras de soja dos três estados do Sul do país. A exceção é a parte centro leste do Paraná, próximo a Apucarana, que pode receber algumas garoas nesta sexta-feira. Depois disso o tempo ficará firme também ali.

SUDESTE

A sexta-feira ainda trará muitas chuvas para as lavouras de soja do Sudeste brasileiro. Em, São Paulo, por exemplo, as chuvas mais intensas ficarão restritas à parte central, nordeste e norte do estado. Em MInas Gerais as instabilidades ficarão espalhadas por todo o estado, mas de maneira manchada. Em Uberaba os acumulados podem passar dos 25 mm, enquanto em Uberlândia nem chove.

A partir de sábado as chuvas instaladas em São Paulo vão subindo rumo ao norte do estado, deixando a parte sul com tempo seco. Em Itapeva, por exemplo, já não deve chover mais e isso durará o fim de semana todo. Os grandes acumulados que afetavam São Paulo chegam a parte sul e do Triângulo Mineiro, tanto que em Uberlândia são esperados volumes superiores a 25 mm.

No domingo as chuvas se afastam ainda mais de São Paulo, ficando restritas a parte norte do estado. Os acumulados não devem ser grandes neste dia, nem em Minas Gerais.

CENTRO-OESTE

Há previsão de pancadas fortes de chuva nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A chuva além de ser forte, tem volumes elevados em especial no oeste de Mato Grosso. Esse tempo instável se deve à uma área de baixa pressão atmosférica entre esses dois estados, e mais um corredor de umidade que vem da Amazônia. Nas demais áreas são esperadas pancadas mais isoladas, mas ainda sim com forte intensidade, associadas ao calor e a alta umidade. Mais uma vez, as temperatura segue elevada em toda a região.

No sábado de carnaval chove em toda a região Centro-Oeste, com destaque entre o noroeste do Mato Grosso até o sul de Goiás e o leste do Mato Grosso do Sul, onde a previsão é de uma intensidade mais forte e com volumes elevados. Atenção aos riscos de transtornos, como alagamentos. Isso tudo se deve a influência dos fortes ventos em altitude, mais a umidade que vem da região da Amazônia. Nas demais áreas são esperadas pancadas mais isoladas, mas ainda sim com forte intensidade, as famosas chuva de verão, associadas ao calor e a alta umidade. Mais uma vez, as temperatura segue elevada em todo o Centro-Oeste. O tempo fica seco e sem chuva somente no sul e sudoeste do Mato Grosso do Sul.

Participe do Fórum Soja Brasil na Expodireto Cortijal

Domingo de carnaval com previsão de tempo instável em toda a região Centro-Oeste. A chuva mais intensa e a qualquer hora do dia acontece no leste de Goiás. Nas demais áreas a chuva é típica de verão, e ocorre mais no período da tarde, associada ao calor e à umidade que vem da Amazônia.

NORDESTE

As chuvas parecem ter retornado para ficar na parte oeste da Bahia, tanto que a previsão é de chuvas durante todo o fim de semana, com grande chances de receber temporais no sábado. Em Barreiras, por exemplo, deve acumular 20 mm nesta sexta, quase 80 mm no sábado e 10 mm no domingo.

No Piauí a tendência é a mesma, chuvas durante todo o fim de semana, mas de maneira manchada, ou seja, pode chover em uma cidade e logo ao lado o tempo ficar seco. Nesta sexta os maiores acumulados acontecem ali próximo a Luzilândia, com 10 mm. No sábado é a vez de Bom Jesus receber grandes temporais com mais de 50 mm acumulados.

No domingo são as garoas que devem dar o tom em todo o estado e os acumulados não devem passar dos 5 mm.

NORTE

Na sexta-feira segue a condição de tempo fechado e chuva volumosa em Rondônia, isso por conta de áreas de instabilidade que atuam sobre a região e associadas ao calor, favorecem a ocorrência as pancadas de chuva. Nas demais áreas, tempo abafado e chuva isolada predominam, exceto em Roraima, onde o tempo segue com sol e poucas nuvens.

O sábado tem chuva intensa em Rondônia e Sudoeste do Amazonas isso por conta do calor intenso e também da alta umidade, que servem como combustíveis para a formação de nuvens mais carregadas. Nas demais áreas segue a condição de bastante calor, chuva mais isolada intercalada com períodos de sol. E o tempo segue firme em Roraima, onde já são 59 dias sem chuva significativa sobre o estado neste ano.

No domingo as instabilidades perdem força e os volumes de chuva diminuem entre o Acre, Amazonas e Rondônia. Acumulado mais elevados podem ser observados no Noroeste do Amazonas. Bastante sol e calor sobre toda a região, e chuva isolada e passageira em grande parte do Norte do país. Segue condição de tempo firme em Roraima.

Fonte: https://www.canalrural.com.br/sites-e-especiais/projeto-soja-brasil/lavouras-de-soja-veja-a-previsao-do-tempo-para-o-fim-de-semana/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Com foco na soja, milho sobe com menor oferta e deve avançar mais

sáb fev 22 , 2020
     Porto Alegre, 21 de fevereiro de 2020 – O mercado brasileiro de milho teve uma semana de altas nas cotações, ao menos na maior parte das praças. Mais uma vez, os preços refletiram a oferta limitada, com dificuldades na logística para o milho. E a tendência é de mais […]