Leite: após quatro meses de alta, preço pago ao produtor recua, diz Scot

Foto: Ministério da Agricultura

Considerando a média dos dezoito estado pesquisados, houve recuo de 0,2% no pagamento realizado em abril, que remunera o leite entregue em março deste ano

O mercado do leite perdeu força, com a demanda fraca. Depois de quatro meses de alta, os preços pagos aos produtores tiveram ligeiro recuo no Sudeste e Brasil Central e subiram no Sul do país, de acordo com levantamento da Scot Consultoria. 

Considerando a média ponderada dos dezoito estado pesquisados, houve recuo de 0,2% no pagamento realizado em abril, que remunera o leite entregue em março deste ano. O produtor recebeu, em média, R$1,281 por litro. 

Já o valor médio com bonificações por qualidade e volume ficou em R$1,670 por litro, 0,1% mais frente ao pagamento anterior. Nem mesmo a produção caindo com mais força neste início de entressafra foi suficiente para dar sustentação aos preços do leite, em meio as dificuldades de escoamento na ponta final. 

Para o pagamento a ser realizado em maio de 2020, referente a produção entregue em abril, a expectativa é de queda no preço do leite pago ao produtor em 68,0% dos laticínios pesquisados e nos 32,0% restantes, a previsão é de manutenção.

Fonte: https://www.canalrural.com.br/noticias/pecuaria/leite/leite-apos-quatro-meses-de-alta-preco-pago-ao-produtor-recua-diz-scot/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Municípios começam a receber recursos destinados à assistência social

sex maio 8 , 2020
Por Claudemir Lima via Agencia Brasil O dinheiro é referente aos meses de abril, maio e junho Recursos da ordem de R$ 600 milhões serão transferidos para a assistência social de todos os municípios, a partir desta sexta-feira (8). A transferência do dinheiro é referente aos meses de abril, maio […]