Luan Santana faz parceria com a Nacional Geographic para ajudar o Pantanal

Por Juliana Mani

Reprodução facebook.com/luansantana/

O cantor Luan Santana, fez uma parceria com a National Geographic, em prol de recuperar e proteger o Pantanal, com o lançamento do movimento “O Pantanal Chama”. O principal meio de divulgação será a live musical com o cantor no dia 22 de novembro às 17h (horário de Brasília), que será transmitida diretamente do Pantanal e exibida por 4 horas.

Durante a exibição da live no canal, um QR Code estará disponível na tela para que o público possa conhecer mais o trabalho da ONG SOS Pantanal.

Eu e o National Geographic (@natgeobrasil) unimos forças em prol do pantanal no movimento #OPantanalChama. Vamos juntos salvar o Pantanal e evitar que mais tragédias aconteçam em um dos mais importantes biomas do nosso país. (Luan Santana)

A campanha irá contar com as ações para conscientizar a população sobre a atual situação do bioma brasileiro e mobilizar o público para para ajudar o instituto SOS Pantanal, que trabalha na conservação e defesa do bioma e tem atuado de forma efetiva na recuperação dos estragos causados pelas queimadas dos últimos meses.

Reprodução facebook.com/luansantana/
Reprodução facebook.com/luansantana/

Além disso, no dia 12 de Novembro, Luan Santana lançou o videoclipe da música. “Um grito entre as cinzas” foi composta especialmente para ser tema do projeto “O Pantanal Chama” escrita em homenagem ao bioma.

Quer ajudar o Pantanal? Compre as camisetas do movimento #OPantanalChama! Toda a renda delas é doada para a causa. Estive semana passada lá e vi de perto o quão é urgente essa ajuda! Acessem www.luansantanashop.com.br

Reprodução https://www.luansantanashop.com.br/


Informações via https://www.facebook.com/luansantana/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Brics apoia candidatura do Brasil para Conselho de Segurança da ONU

qua nov 18 , 2020
País concorre para membro rotativo do conselho em 2022 e 2023 Via Agencia Brasil Os países do Brics, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, manifestaram apoio à candidatura do Brasil para membro rotativo do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) em 2022 […]