Hemerson Máximo, Maninho, apresenta sua equipe de transição em Colíder (MT)

“Agora é hora de trabalhar na transição para conhecer a fundo a real situação do município”, diz Maninho, futuro prefeito.

Por Altonorte

Hemerson Máximo (Maninho) Foto: Arquivo Altonorte

O Prefeito eleito por Colíder (MT) Hemerson Máximo (Maninho) apresentou nesta quarta feira (18) a sua equipe de transição. Seguindo o seu discurso de campanha, um corpo de técnicos e profissionais preparados irão compor o seu roll de responsáveis pelos levantamentos da situação da atual gestão.

“Para melhor entender, a transição político-administrativa institucional é a passagem de uma gestão administrativa para outra, comumente ocorrendo com a renovação de toda a equipe técnica, podendo provocar a perda de informações institucionais e a descontinuidade dos serviços prestados(Mírian Lucia Pereira/Francisco Ricardo Duarte- PROFIAP/Univasf).


Segundo Hemerson Máximo, uma equipe técnica se faz necessário na transição político-administrativa de gestão na Administração Pública, pois o grande desafio é estimular o envolvimento de todos que compõem a instituição, anulando os resquícios das disputas entre os grupos e, principalmente, obtendo as informações substanciais para que o início da nova gestão ocorra de modo a garantir a continuação, pela instituição, da prestação dos serviços à comunidade, com eficiência, eficácia e efetividade.

Para esta transição, Maninho escolheu o acadêmico de Direito Carlos Frederico Carvalho de Oliveira, a advogada Ismaili Donassan, o ex-vereador e técnico da Empaer Benedito Moreira Brito, professora e vereadora eleita Leila Teixeira de Almeira, os servidores da Saúde Rogério Nunes de Oliveira e Ronaldo Adriano da Silva.


Para o prefeito eleito, a equipe deve priorizar ao máximo esse período para esse fim. Quanto à sua equipe de secretários (as) ainda não foram definidos e não é possível prever se alguns que fazem parte da sua equipe de transição farão parte do próximo secretariado. Mas ele deixou claro para sua equipe que não lhe peçam cargos, “agora é hora de trabalhar na transição para conhecer a fundo a real situação do município”, diz Maninho, futuro prefeito.

Maninho eleito prefeito em Colíder – Foto:arquivoAltonorte
Prefeitura Municipal de Colíder Foto: reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Quem não votou precisa justificar a ausência. Como fazer? Cartório Eleitoral de Colíder (MT) explica; confira

qui nov 19 , 2020
Quem não votou no dia precisa justificar a ausência ao TSE. Por Claudemir Lima Reportagem: Juliana Mani Quem não votou nessas eleições precisa justificar a ausência para a Justiça Eleitoral. Muitas pessoas em Colíder (MT) também não conseguiram justificar a ausência no pleito eleitoral neste domingo (15) no aplicativo e-titulo. […]