MEC prorroga suspensão de aulas presenciais nas universidades federais até dezembro

Via Midia Max

Fachada do Ministério da Educação (MEC), na Esplanada dos Ministérios, Brasília, DF. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Em portaria publicada no Diário Oficial da União, o Ministério da Educação (MEC) decidiu estender a autorização de aulas a distância em instituições federais de ensino superior até 31 de dezembro de 2020.

A decisão faz parte das medidas de contenção à pandemia de covid-19, também flexibiliza os estágios e as práticas em laboratório, que podem ser feitos a distância nesse período, exceto nos cursos da área de saúde.Coronavírus: MEC prorroga suspensão de aulas presenciais nas federais até dezembro

Esta já é a terceira vez que o prazo é prorrogado desde o início da quarentena. Desta vez, no entanto, a autorização para aulas on-line é estendida até o fim de 2020.

Ainda de acordo com o documento, as instituições de ensino terão autonomia para definir o currículo de substituição das aulas presenciais, a disponibilização de recursos a estudantes para que eles possam acompanhar as aulas, e a realização de atividades durante o período.

O documento prevê ainda que as instituições podem suspender as atividades acadêmicas presenciais pelo mesmo prazo, mas elas deverão ser  repostas quando for seguro voltar ao ensino presencial.

Agora, as instituições de ensino superior podem efetivar seus planos pedagógicos com o ensino híbrido e implantar inovações educacionais e tecnológicas.

Leia aqui: BNDES suspende dívidas de estados e municípios em R$ 3,9 bilhões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Indea de Colider (MT) informa que prazo para pecuarista comunicar vacinação contra febre aftosa termina hoje (19)

sex jun 19 , 2020
Via Assessoria Indea/MT/ com informações da Acrimat* De acordo com o Instituto de Defesa Agropecuária do Estado (Indea-MT), até o momento foi comunicada a imunização de 67,21% do gado em 66,93% das propriedades rurais com bovinos. Os pecuaristas devem comunicar a vacinação até 19 de junho, por e-mail ou presencialmente. Em […]