Operação cumpre buscas para reprimir crimes de furto e receptação de fios de cobre em Sorriso (MT)

Via Assessoria PJC/MT

Ação da PJC em Sorriso para repreensão de crimes de furtos e receptação de fios de cobre no municipio. Foto: PJCMT

Quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos em uma operação integrada da Polícia Civil de Sorriso (442 km ao Norte de Cuiabá), Corpo de Bombeiros, Núcleo Integrado de Fiscalização (NIF) da Prefeitura Municipal e Vigilância Sanitária, na manhã desta segunda-feira (22.06), para reprimir crimes de furtos e receptação de fios de cobre no município.

 A ação resultou na prisão em flagrante de dois proprietários de “ferro velho”,  autuados pelo crime de receptação. A operação foi deflagrada após uma série de furtos em construções, prédios públicos ocorridos nos últimos meses, em que foram subtraídos fios de cobre, inclusive a iluminação pública da Rodovia BR-163.

Foto: PJC/MT

Durante as investigações da Delegacia de Sorriso foram identificados quatro estabelecimentos que atuavam como “ferro velho” e que teriam envolvimento com a receptação desse tipo de produto. Com base nos levantamentos foi representado pelos mandados de busca e apreensão, deferidos pela justiça e cumpridos pela Polícia Civil em parceria com os demais órgãos.

Os quatro pontos foram fechados pela Vigilância Sanitária e pelo Corpo de Bombeiros por funcionarem sem autorização, alvará sanitário, ambiental e de incêndio. Em dois dos estabelecimentos foram encontradas grande quantidade de fios de cobre, sendo que em um dos endereços, os funcionários estavam descascando os fios que tinham acabado de receber.

Foto: PJC/MT

Um dos locais, já foi alvo de flagrante em situação anterior demonstrando que o proprietária continua a atuar com a receptação de produtos ilícitos.

O delegado de Sorriso, André Eduardo Ribeiro, destacou que a operação integrada vai coibir a grande quantidade de furtos que estavam ocorrendo de forma reiterada no município. “Não existindo a figura do receptador, ou seja, quem compra o produto de origem ilícita, a demanda pelo produto diminui, reduzindo consequentemente os índices de furto deste tipo na cidade e região”, disse o delegado.

Foto: PJC/MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Mato Grosso tem maior valor médio de mensalidades escolares do Centro-Oeste

seg jun 22 , 2020
Levantamento analisou valores pagos em 2020 em 13 mil instituições de todo o país. Via MT Econômico Estudo nacional apontou que Mato Grosso tem valor médio de mensalidade escolar mais cara do Centro-Oeste, seja no ensino médio, fundamental ou infantil. Pesquisa foi realizada pelo site Melhor Escola.  Levantamento analisou valores pagos em 2020 em […]