Organização criminosa que causou prejuízo de R$ 12 milhões aos cofres públicos é alvo de operação da PF em MT

Investigações apontam que os suspeitos vinham realizando operações fraudulentas em empresas da região com grandes dívidas tributárias e previdenciárias, aliciando empresários.

Via G1MT

Operação Ecdisona, da PF, em Barra do Garças — Foto: Polícia Federal de Mato Grosso/Assessoria

A Polícia Federal realiza nesta terça-feira (23) a operação Ecdisona, que tem como alvo uma organização criminosa que praticou crimes tributários e empresariais, falsidades ideológicas, fraude a credores, estelionato, organização criminosa e lavagem de capitais.

30 policiais cumprem dez mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. As ordens foram expedidas pela Justiça Federal de Mato Grosso.

As fraudes tributárias e empresariais operadas por escritório de contabilidade de Barra do Garças teriam causado prejuízos à livre concorrência e aos cofres públicos em cerca de R$ 12 milhões.

As investigações apontam que os suspeitos vinham realizando operações fraudulentas em empresas da região com grandes dívidas tributárias e previdenciárias, aliciando empresários que se beneficiam de forma ilícita ao frustrarem o pagamento de obrigações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

730 servidores públicos de MT receberam auxílio emergencial de R$ 600

ter jun 23 , 2020
Via Gazeta Digital A Controladoria Geral da União (CGU) apontou que 730 servidores públicos de Mato Grosso receberam ilegalmente o auxílio de R$ 600 concedido pelo governo federal para trabalhadores com autônomos e sem carteira assinada durante a pandemia de covid-19 no país. O levantamento foi feito com base em […]