Plano de ação antecipado visa prevenir queimadas na BR-163

Via Assessoria Rota Oeste

Foto: Assessoria

Começou nesta semana, um Plano de Ação para prevenir queimadas na BR-163/364 em preparação à chegada do período mais seco do ano, quando aumenta a incidência de incêndios em Mato Grosso. As medidas contam com mapeamento das zonas quentes da rodovia para intervir antecipadamente no trecho sob concessão da Rota do Oeste. A ação leva ainda em consideração o cenário atual, devido à pandemia do coronavírus, doença respiratória que acomete os pulmões.

O gerente de Operações da Rota do Oeste, Wilson Ferreira, esclarece que a Concessionária tem como prática se antecipar ao período proibitivo das queimadas, que pelo calendário da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), geralmente, começa em 15 de julho e vai até o dia 15 de setembro. E neste ano, além de preservar o meio ambiente e garantir a segurança na rodovia, as medidas buscam contribuir com queda na emissão de fumaça, que provoca aumento no número de problemas pulmonares, como asma e bronquite, refletindo em maior busca por unidades de saúde em todo o estado. “Em 2020, especialmente, temos uma preocupação a mais diante da pandemia. O cuidado com as margens da rodovia também é uma contribuição com o sistema de saúde neste momento”.

O Plano de Ação conta com frentes distintas de atuação. Entre elas está a intensificação da limpeza da rodovia, como as roçadas mecânicas e manuais, para manter a vegetação baixa, e construção de aceiros (barreiras físicas que impedem o alastramento das chamas). Os serviços serão mantidos em todo o trecho concessionado, em especial na Rodovia dos Imigrantes, em Várzea Grande (BR-070), em Santo Antônio de Leverger (BR-364) e Sorriso (BR-163), por serem locais que apresentam histórico de focos de incêndio, segundo levantamento da Rota do Oeste.

Outra medida é o reposicionamento estratégico dos cinco caminhões pipa da Concessionária. Além disso, os integrantes passam por treinamento para atuar em pequenos focos de queimadas, em situações iniciais. A Concessionária possui 19 veículos de inspeção de tráfego, todos com abafadores.

“Diante do mapeamento feito, conseguimos deixar os caminhões pipa posicionados em locais que favorecem um atendimento com tempo de resposta menor em casos de registros de queimadas. Destacamos sempre que o combate a incêndios é atribuição do Corpo de Bombeiros. A nossa equipe é preparada para atuar em pequenos focos de fogo”, explica Ferreira. 

Há estrutura de comunicação eficaz com o Corpo de Bombeiros para atendimento de incêndio, ocorrências de maiores proporções, visto que a equipe da Concessionária não é habilitada para eventos de grandes proporções. “Nosso contato com a equipe do Corpo de Bombeiros é essencial, pois a atuação rápida evitar que o fogo se espalhe”, diz Ferreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Aprovado proibição de corte de luz em véspera de fins de semana

qua maio 27 , 2020
Texto inclui feriados e exige notificação prévia do consumidor Via Agencia Brasil O Senado aprovou, nesta segunda-feira (25), um projeto de lei (PL) que proíbe o corte de luz por falta de pagamento em vésperas do fim de semana. De autoria do senador Weverton Rocha (PDT-MA), o projeto foi aprovado […]