Plano de combate a desmatamento ilegal visa reduzir a zero a prática criminosa

Ouça o áudio

Desmatamento zero, é com esse objetivo que o Governo do Estado lançou na manhã desta quinta-feira, 05 de março, um robusto planto de desmatamento e combate a incêndios em MT.//

O Plano visa promover ações de identificação de infratores ambientais, incentivar e organizar operações integradas, definir atuações prioritárias, propor medidas para o aprimoramento da legislação ambiental e criar grupos móveis de fiscalização temporária.//

Com investimentos da ordem de mais de 64 milhões de reais, o planto conta com o envolvimento de todos os órgãos que formam o Sistema de Segurança Pública, além de parcerias com instituições federais, Poder Judiciário e Ministério de MT.//

De acordo com a secretária de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, os recursos vão ser distribuídos conforme as ações vão sendo desenvolvidas.//

Sonora: Mauren Lazzaretti

O Comitê garante respaldo as ações legais previstas em Lei ao agricultor, e medidas para dar celeridade na liberação de documentos que possam resguardar e dar segurança jurídica ao produtor rural, estão sendo providenciadas.//

Presidente do Comitê, governador Mauro Mendes, enfatiza que os infratores da Legislação não vão ter trégua e nem espaço para continuar com as práticas criminosas de degradação ambiental./ O chefe do Executivo Estadual manda recado.//

Sonora: Mauro Mendes

Participaram da cerimônia de lançamento do Plano de Ação de Combate ao Desmatamento Ilegal e Incêndios Florestais de MT, secretários de Estado, representantes do Ministério Público Estadual, do Incra, do Ibama, comandantes das Forças de Segurança e do comandante da 13ª Brigada de Infantaria, general Reinaldo Salgado.//

Fonte: http://www.mt.gov.br/-/13875565-plano-de-combate-a-desmatamento-ilegal-visa-reduzir-a-zero-a-pratica-criminosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Santas Perpétua e Felicidade - Mártires do segundo século

sáb mar 7 , 2020
Numa perseguição que se desencadeou em Cartago, foram presos nesta cidade cinco catecúmenos, entre os quais uma escrava chamada Felicidade e uma mulher, ainda nova e de posição, chamada Perpétua. A primeira estava grávida de oito meses e a segunda tinha uma criança de peito. Receberam o batismo enquanto estavam […]