Prefeita de Nova Santa Helena busca CEF para viabilizar obras de infraestrutura

Na última semana a Prefeita de Nova Santa Helena, Terezinha Guedes Carrara (DEM) esteve na Superintendência da Caixa Econômica Federal em Cuiabá-MT para tratar da inclusão do município no Programa FINISA – Financiamento para Infraestrutura e Saneamento.

A gestora lembrou que a verba permitirá investimentos em uma série de obras de drenagem, galeria de águas pluviais e pavimentação de vias públicas.

A Caixa Econômica Federal está na fase final de análise do projeto apresentado pela Prefeitura Municipal para posterior liberação da operação de crédito.

A Prefeita Terezinha Guedes Carrara pretende promover a aquisição de máquinas, como uma Pá-Carregadeira que deverá compor a frota que atua na recuperação, manutenção e conservação das estradas do interior.

“Esperamos receber um parecer técnico favorável da Caixa para acessarmos os recursos financeiros e assim ampliar a cobertura de drenagem e capa asfáltica em nosso município. Sabemos que a pavimentação traz qualidade de vida, valoriza os imóveis e atrai investidores. Gradativamente, por meio de emendas estaduais e federais, recursos próprios e financiamentos poderemos avançar significativamente, pois a administração está enxuta, equilibrada economicamente, com as certidões em dia e adimplente. Breve poderemos usar os veículos de comunicação para anunciar os investimentos em infraestrutura urbana e rural”, comentou a Prefeita Terezinha a nossa reportagem.

Acompanharam a Prefeita Terezinha na audiencia realizada na Superintendencia Regional da Caixa Economica Federal, o Secretário de Saúde, Luiz Fernandes (KIM) e o Vereador  Valdir Bras de Moraes.

Fonte: http://www.nortaoonline.com/noticias/nortao/10390/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Desnutrição de mães agrava efeito do zika no cérebro de bebês, mostra estudo

qua fev 26 , 2020
Cientistas da UFRJ ajudaram a explicar por que casos de microcefalia se concentraram no Nordeste Os casos de microcefalia relacionados ao zika se concentraram no Nordeste porque a região possui grande prevalência de desnutrição, aponta um novo estudo. Com base na análise de casos humanos e experimentos com animais, cientistas […]