Presidente do Leo Clube em Colíder (MT), Gislaine Rodrigues, faz balanço da gestão

Antes de entregar o cargo, ainda pretende realizar a campanha de doação de sangue.

Por: David Paulo

Imagem por: Aliança

A convidada da última quarta (02), do “Cidade em Pauta”, no programa “Estação Livre” da Rádio Aliança 99,9, foi a presidente do Leo Clube Colíder, Gislaine Rodrigues. A entidade é destinada a jovens de 12 a 30 anos que buscam evolução pessoal, com a finalidade de formar líderes para a comunidade. Por meio do trabalho voluntário são realizadas diversas ações, que possibilitam adquirir muitas habilidades, e estas podem ser aplicadas na vida pessoal e profissional.

O Leo clube conta com mais de 7 mil unidades no mundo, presente em mais de 150 países. Em Colíder, a entidade completou 25 anos no dia 31 de maio e conta com 21 associados ativos. A presidente mencionou um pouco dessa trajetória.

“O Clube foi fundado em 1996, durante o evento era posse da diretoria do Lions, quando meu pai estava se tornando presidente. Minha família tem uma contribuição muito importante na história, sempre buscamos ajudar a comunidade da melhor forma possível”.

Quando questionada sobre a simbologia do clube, a presidente explicou sobre o significado.

“O leão é um animal que traz força, garra e busca sempre o melhor. A face esquerda do leão, olha para o passado, as campanhas já realizadas. A direita, está olhando para o futuro, o que ainda vamos realizar. O meio corresponde à liderança, experiência e oportunidade”. 

Imagem por: Clube Leo

Para ingressar no clube, é necessário passar por um protocolo: o nome sugerido é apresentado a uma classe de conselheiros, se aprovado, é feito um convite e posteriormente o candidato participa de uma reunião de apresentação, para conhecer o objetivo e após esses trâmites a pessoa define se deseja se tornar um membro. 

A presidente lamentou estarmos diante de uma pandemia e que isso impede algumas atividades serem realizadas.

“Antes da pandemia conseguíamos estar bem mais presentes, fazíamos visitas, íamos ao lar dos idosos, na APAE brincar com os alunos, tudo isso precisou ser interrompido. Optamos por contribuir com as medidas sanitárias no enfrentamento da covid19”.

Imagem por: Clube Leo

Durante a entrevista, Gislaine comentou sobre a responsabilidade e os desafios da função de ser presidente.

“Presidir um clube tão grande do nosso estado, um dos mais bem vistos do nosso distrito, é um desafio prazeroso. Se o clube vai para frente não é apenas mérito do presidente, mas, todos os associados que estão ali”.

Restando somente um mês para encerrar o mandato, a presidente destacou algumas atividades.

“Vale ressaltar que a nossa frente de trabalho é permeada por alguns desafios: diabete, câncer pediátrico, visão, meio ambiente e o combate à fome. Durante essa gestão, realizamos uma campanha voltada para moradores de rua, live solidária com arrecadação de cestas básicas e destinamos as famílias mais necessitadas, fizemos a campanha de doação de sangue, conseguimos R$750 e transferimos ao Lions de Cuiabá para auxiliar paciente com problemas de visão, foi destinado mais R$750 para o hospital do câncer de Cuiabá, plantamos algumas mudas no terreno cedido pela prefeitura. Ainda iremos realizar mais uma campanha de doação de sangue que vai começar no dia 14 de junho, com a meta de arrecadar 200 bolsas de sangue”.

Imagem por: Clube Leo

Para informações, a entidade disponibiliza as redes sociais. É só digitar no campo de busca: Leo colíder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Trabalhadores nascidos em abril podem sacar auxílio emergencial

sex jun 4 , 2021
Parcela havia sido depositada em 20 de maio Via Agência Brasil Os trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em abril podem sacar, a partir desta sexta-feira (4) a segunda parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro havia sido depositado nas contas […]