PRF faz balanço da Operação Madeira de Lei no combate aos crimes ambientais em MT

Transporte irregular de produto florestal e devido funcionamento do sistema de ARLA 32 estiveram no foco das ações

Via Assessoria de Comunicação PRF/MT

Foto: SECOM/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou, entre os dias 05 e 11 de junho, a Operação Madeira de Lei, no município de Comodoro/MT. As ações tiveram foco no combate aos crimes ambientais como o transporte ilegal de madeira e o controle de poluição, por meio da fiscalização de ARLA 32.

Como resultado da Operação Madeira de Lei, foram apreendidos 206,31 m³ de madeira ilegal e 15 veículos por irregularidades do sistema de ARLA 32. Um dos veículos, inclusive, estava transportando madeira com Documento de Origem Florestal inválido e ainda apresentava problemas no sistema de ARLA 32. Cerca de 20 PRFs atuaram na operação, que contou também com o auxílio de militares do Exército Brasileiro, servidores do INDEA (Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso), POLITEC (Perícia Oficial e Identificação Técnica) e Bombeiros (CBMT).

A Operação Madeira de Lei é um desmembramento da Operação Verde Brasil 2 que ocorre em nove estados da Amazônia Legal (AC, AP, AM, MT, PA, RO, RR, TO e parte do MA), onde são reforçadas ações repressivas e preventivas contra delitos ambientais, direcionadas ao desmatamento ilegal e combate aos focos de incêndio.

Foto: SECOM/PRF

As cargas de madeira necessitam ser acompanhadas de nota fiscal e documento de origem florestal ou guia florestal. Qualquer irregularidade entre os documentos ou entre eles e a carga, tornam os documentos inválidos e a carga ilegal.

O ARLA 32 é o Agente Redutor Líquido de Óxido de Nitrogênio Automotivo. Trata-se de um reagente utilizado juntamente com o Sistema de Redução Catalítica (SRC) para reduzir a emissão de óxido de nitrogênio nos gases de escape de veículos à diesel.

Somente em 2020, a PRF soma mais de 5 mil m³ de madeira apreendidos em Mato Grosso. Nos últimos 3 anos, a média anual de produto florestal (madeira e carvão) apreendido no Brasil foi de 18 mil m³. Em 2019, foram 21 mil m³, sendo Mato Grosso o estado com maior volume de apreensão, totalizando 7 mil m³.

Foto: SECOM/PRF
Foto: SECOM/PRF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Confiança de empresários e consumidores cresce em junho, diz prévia

ter jun 16 , 2020
Índice de Confiança do Consumidor subiu 8,9 pontos, chegando a 71 Via Agencia Brasil As prévias dos índices de confiança dos empresários e dos consumidores, medidas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), tiveram altas em junho, na comparação com os resultados consolidados de maio. O Índice de Confiança Empresarial, por exemplo, […]