Projeto de confinamento de bovinos da Empaer na região norte de MT atrai produtores que desejam investir na tecnologia

Foram implantados quatro confinamentos com a previsão de retirada de animais em 90 dias, com maior rendimento de carcaça e acabamento.

Via Secom/MT

Os animais confinados ganham em média cinco arrobas e estão prontos para o abate com o peso médio de 17 arrobas. – Foto por: Jair Siqueira | Empaer

Pequenos e médios produtores de bovinos estão profissionalizando cada vez mais a atividade ao investir em tecnologia. Uma delas é o confinamento para engordar o gado com menos tempo para o abate. O médico veterinário da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Jair de Albuquerque Siqueira, destaca que na região Norte do Estado, nos municípios de Matupá e Guarantã do Norte, foram implantados quatro confinamentos com a previsão de retirada de animais em 90 dias, com maior rendimento de carcaça e acabamento.

O Projeto Mato-grossense de Terminação Intensiva de Bovinos para Abate, elaborado pela Empaer, é voltado para o pequeno e médio produtor. Conforme Jair, com um plantel de 20 cabeças de bovinos, dependendo do peso de entrada, do sexo, da qualidade genética e da alimentação fornecida, o produtor poderá ter, em apenas um ano, até 100 animais terminados. “Os animais confinados ganham em média cinco arrobas e estão prontos para o abate com o peso médio de 17 arrobas”, enfatiza.

Dentre as vantagens do confinamento está a redução da área necessária à produção. Em apenas um hectare podem ser confinados até mil animais somente com ração balanceada. Além de evitar o desmatamento com a abertura de novos pastos e piquetes, contribui também para a geração de empregos direto e indireto. Confinamento é a prática de restringir a movimentação dos animais, colocando-os em instalações adequadas e fornecendo todos os nutrientes, inclusive água necessária ao seu pleno desenvolvimento.

Rosana Persona | Empaer | MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Polícia Civil incinera entorpecentes apreendidos com usuários em Sorriso (MT)

seg jun 1 , 2020
Via Assessoria PJC A Polícia Civil de Sorriso/MT(420 km ao norte de Cuiabá) realizou a incineração de entorpecentes em uma empresa de cerâmica do município. O montante de drogas, entre maconha e pasta base de cocaína, é proveniente de vinte e oito ocorrências policiais deflagradas na região, pela Polícia Civil, […]