Receita com exportações de carne de frango cresce 34% em abril

De janeiro a abril, a receita com as vendas externas alcançou US$ 2,87 bilhões, uma alta anual de 32,4%

Via Canal Rural

Foto por: Abracomex

As exportações de carne de frango in natura e processada do Brasil em abril atingiram 418,2 mil toneladas, 5,7% acima de igual mês de 2021, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O avanço na receita foi de 34,6%, para US$ 821 milhões.

No acumulado dos quatro primeiros meses de 2022, o volume total das exportações foi de 1,56 milhão de toneladas, e a receita alcançou US$ 2,87 bilhões, altas anuais de 9% e 32,4%, respectivamente.

Ainda segundo a entidade, no primeiro quadrimestre deste ano, os principais importadores do frango brasileiro foram China, com 197,1 mil toneladas (-3%); Emirados Árabes Unidos, com 164,4 mil toneladas (+80,4%), Japão, com 132,4 mil toneladas (+0,3%), África do Sul, com 119,8 mil toneladas (+14,3%), União Europeia, com 71,7 mil toneladas (+27,8%), e México, com 58,5 mil toneladas (+128,6%).

O presidente da ABPA, Ricardo Santin, afirmou em nota que a retração nas compras chinesas  de carne de frango foi compensada pelo aumento nas vendas para Oriente Médio, Ásia e Europa. “Os impactos gerados pela influenza aviária em grandes produtores e exportadores favoreceram o Brasil no comércio global, já que o país nunca registrou focos da enfermidade”, aponta o executivo em comunicado. “A forte elevação dos custos de produção e a alta dos preços dos alimentos em âmbito global também influenciaram o resultado cambial das exportações, minimizando as dificuldades enfrentadas pelo setor”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Plataforma gov.br oferece quase 5 mil serviços para os brasileiros

sex maio 13 , 2022
Serviços digitais dão economia de R$ 7 bilhões aos cofres públicos Via Agencia Brasil O Serviço Nacional de Processamento de Dados (Serpro) é responsável por disponibilizar 4.900 serviços digitais para o cidadão brasileiro por meio da plataforma gov.br. Para detalhar todo esse trabalho, o presidente do Serpro, Gileno Gurjão Barreto, foi […]